35 C
Imperatriz
sábado, setembro 25, 2021
spot_img
InícioCidadePM abre procedimento para decidir por expulsão de PM que matou médico

PM abre procedimento para decidir por expulsão de PM que matou médico

A Polícia Militar do Maranhão abriu o processo disciplinar para avaliar a conduta do PM Adonias Sadda, acusado de matar o médico Bruno Calaça a queima-roupa, na segunda-feira (26). A informação foi confirmada por uma fonte interna da polícia, que informou que o procedimento foi aberto nessa segunda-feira, uma semana após o crime.

A investigação e a análise devem durar pelo menos 30 dias, podendo o prazo ser prorrogado. Durante esse período, a conduta de Adonias Sadda na madrugada do dia 26 será avaliada em pelo menos três critérios. Somente após a conclusão da apuração, a PM vai decidir se o policial militar será expulso da corporação. O procedimento também pode estabelecer punições mais suaves.

Adonias Sadda está preso há uma semana no Quartel da Polícia Militar, em Imperatriz. O PM já prestou dois depoimentos à Delegacia de Homicídios e manteve a versão de tiro acidental nas duas vezes. O relato do PM é contestado pela própria Polícia Civil, que teve acesso às imagens do momento do crime, que indicam que não há características de disparo acidental.

Imagens de Notícias de Imperatriz
Ananda Portilho
Bacharela em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão, em Imperatriz. É repórter e âncora no Imperatriz Online. Apaixonada por futebol, animais e boas histórias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

Ultimos Comentários

José Galvão on Quatro feridos em tiroteio
Jaciane oliveira de Sousa on Casamento comunitário será online
Pablo Nascimento Cortez Moreira on Professor Frazão morre por complicações de covid-19
Ildeane Ramos do Nascimento on Caixa Econômica tem novo horário de atendimento
× WhatsApp