31 C
Imperatriz
quinta-feira, maio 23, 2024
spot_img
InícioEstadoTrabalhadores rurais realizam protesto em São Luís e cobram ações de combate...

Trabalhadores rurais realizam protesto em São Luís e cobram ações de combate à violência no campo no estado

A manifestação realizada por trabalhadores rurais tomou as avenidas de São Luís na manhã desta terça-feira (23). O protesto teve início na Assembleia Legislativa do Maranhão, no Cohafuma, e seguiu em direção ao Palácio dos Leões, sede do governo do estado. O trânsito na cidade ficou congestionado devido ao protesto, causando transtornos aos motoristas.

Imagens de Notícias de Imperatriz

Entre as demandas dos manifestantes está a implementação de políticas públicas e leis que promovam a paz e a segurança no meio rural, além da valorização e respeito ao trabalhador do campo. Eles também exigem melhorias nas áreas de educação, saúde e questões ambientais para as comunidades rurais.


A manifestação realizada por trabalhadores rurais tomou as avenidas de São Luís na manhã desta terça-feira (23). O protesto teve início na Assembleia Legislativa do Maranhão, no Cohafuma, e seguiu em direção ao Palácio dos Leões, sede do governo do estado. O trânsito na cidade ficou congestionado devido ao protesto, causando transtornos aos motoristas.

Imagens de Notícias de Imperatriz

Entre as demandas dos manifestantes está a implementação de políticas públicas e leis que promovam a paz e a segurança no meio rural, além da valorização e respeito ao trabalhador do campo. Eles também exigem melhorias nas áreas de educação, saúde e questões ambientais para as comunidades rurais.

Segundo dados apresentados pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), o Maranhão figura como o terceiro estado brasileiro com maior número de conflitos no campo. Em 2023, foram registrados 171 conflitos por terra, 13 casos de trabalho escravo rural, com 104 pessoas resgatadas em situação análoga à escravidão, além de 22 disputas relacionadas à água. Quanto à violência contra a pessoa, foram registrados quatro assassinatos e sete tentativas de homicídio.

Os dados da CPT revelam ainda que, nos últimos 10 anos, houve violência contra pessoas em conflito no campo em 492 municípios brasileiros, sendo a região Nordeste a mais afetada, com um total de 1.146 ocorrências. Os municípios com maior concentração de casos são Amarante, Bom Jardim e Viana, no Maranhão, e Jaqueira, em Pernambuco. A região Norte também apresenta uma alta incidência de conflitos, totalizando 931 casos.

O protesto dos trabalhadores rurais e suas demandas refletem a urgência de políticas efetivas para promover a paz e garantir os direitos fundamentais das comunidades do campo no Maranhão.

Vanessa Carvalho
Vanessa Carvalho
Acadêmica de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp