23.8 C
Imperatriz
quarta-feira, abril 3, 2024
spot_img
InícioEducaçãoApós ganhar bolsa de estudos nos EUA, imperatrizense também é aprovado em...

Após ganhar bolsa de estudos nos EUA, imperatrizense também é aprovado em Harvard

O jovem cientista de Imperatriz, Gustavo Botega, de 18 anos, foi aprovado na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Gustavo conta que durante o processo para se candidatar na instituição, precisou enviar seis redações, além de cartas de recomendações das professoras Auremita e Annie Bahia e do seu orientador Zilmar Timóteo, do programa “Cientista Aprendiz”, da Universidade Estadual da Região Tocantina (UEMASUL) de Imperatriz, onde o jovem desenvolveu vários trabalhos científicos.

O curso escolhido por Gustavo é o Regenerative Biology And Human Developmental. Após passar por entrevista, uma prova de proficiência em inglês e mandar uma descrição detalhada das atividades extracurriculares e dos prêmios que recebeu, ele foi aprovado com uma bolsa 100% gratuita. O jovem já havia sido aprovado em outras universidades dos Estados Unidos, como a Universidade de Barry. Gustavo estudou no ensino médio como bolsista na Escola Santa Teresinha, em Imperatriz.

Programa Cientista Aprendiz da UEMASUL

O Programa Cientista Aprendiz está com planos para abrir um fundo de doação para ajudar alunos de baixa renda a conseguirem alcançar lugares como o Gustavo Botega. O Cientista Aprendiz é uma iniciativa de pré-iniciação científica direcionada a estudantes do 8º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio. Sendo uma das atividades de extensão oferecidas pela Universidade Estadual da Região Tocantina (UEMASUL), ele surgiu da curiosidade dos alunos em relação às práticas laboratoriais e às diversas áreas da pesquisa científica.

Seu principal objetivo é aprimorar as habilidades científicas dos participantes, proporcionando-lhes uma experiência prática no campo da pesquisa e desenvolvimento. Ao participar do Cientista Aprendiz, os jovens têm a oportunidade de conceber e executar projetos de investigação utilizando metodologia científica. O programa teve início no ano de 2017.

Aprovações

Além de Harvard, o jovem também conseguiu aprovações em algumas universidades dos Estados Unidos como a Baylor University (Waco,Texas), University of Wisconsin-Mdadison (Madison, Wisconsin) e na Barry University (Flórida, Miami), através da bolsa  Stamps Scholarship, considerada a bolsa mais prestigiada da instituição, com cerca de 3% de aceitação, oferecida pela Fundação Stamps. 

Jovem imperatrizense ganha bolsa de estudos em universidade dos Estados Unidos

Vanessa Carvalho
Vanessa Carvalho
Acadêmica de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp