24.9 C
Imperatriz
domingo, abril 14, 2024
spot_img
InícioEducaçãoJovem imperatrizense ganha bolsa de estudos em universidade dos Estados Unidos

Jovem imperatrizense ganha bolsa de estudos em universidade dos Estados Unidos

O jovem cientista imperatrizense Gustavo Botega Serra, de 18 anos, ganhou uma bolsa de estudos na Universidade Barry, no estado da Flórida, na cidade de Miami, nos Estados Unidos. O jovem conta que desenvolveu vários trabalhos científicos no programa “Cientista Aprendiz”, da UEMASUL de Imperatriz, e acabou se apaixonando pela área, decidindo seguir esse ramo na graduação.

Gustavo foi o único participante da América Latina que conseguiu ganhar a bolsa de estudos, uma das mais prestigiadas da Universidade Barry. Foram quase 8 mil candidatos tentando a bolsa, Gustavo foi um dos 7 selecionados. O jovem ainda conta que segue aguardando o resultado de outras universidades e que fica feliz por levar o nome de Imperatriz para outros lugares.

“Ainda estou aguardando o resultado de algumas outras universidades, mas desde já fico muito feliz com esse feito, e me sinto honrado em poder levar o nome de Imperatriz para outros lugares”, contou o cientista.

No início de 2023, Gustavo Botega foi o 2° brasileiro da história a conseguir ganhar simultaneamente uma bolsa de estudos para o International Summer Science Institute (ISSI), que é um estágio de pesquisa no Instituto Weizmann, em Israel e uma credencial para o Regereron ISEF, a maior feira de ciências do mundo, onde ganhou o 2° lugar com o seu projeto. No ano passado, a feira aconteceu na cidade de Dallas, no Texas. Além disso, o jovem cientista também conseguiu o 1° lugar na FEBRACE, a maior feira científica do Brasil.

Aprovações

Gustavo disse que as experiências que teve fora do país, abriu os seus olhos para a possibilidade de estudar no exterior.

“Essas experiências me abriram os olhos para a possibilidade de estudar fora, pois pude conhecer todo o investimento e estrutura que as faculdades e instituições tinham a oferecer”, disse o jovem. 

Ele relata que foi assim que teve contato com o programa University Placement, promovido pela Academia Latino-Americana de Liderança (LALA). Esse programa cobre 100% dos custos de aplicação para as universidades estrangeiras como os testes de proficiência em inglês, traduções juramentadas, taxas de aplicações, mentoria que auxilia na escrita de redações, revisões de documentos, entre outros.

Imagens de Notícias de Imperatriz
“Essas experiências me abriram os olhos para a possibilidade de estudar fora, pois pude conhecer todo o investimento e estrutura que as faculdades e instituições tinham a oferecer”, disse Gustavo

Através do programa, o jovem conta que conseguiu aprovações em algumas universidades dos Estados Unidos como a Baylor University (Waco,Texas), University of Wisconsin-Mdadison (Madison, Wisconsin) e na Barry University (Flórida, Miami), através da bolsa  Stamps Scholarship, considerada a bolsa mais prestigiada da instituição, com cerca de 3% de aceitação, oferecida pela Fundação Stamps. 

A bolsa que Gustavo ganhou na Barry cobre 100% dos custos da graduação, incluindo mensalidades, livros, hospedagem, alimentação e transporte. Além disso, o estudante também recebe um crédito de $6.000 anuais para utilizar em “experiências extraordinárias”, que pode ser utilizado para pesquisa, estágios, intercâmbio, entre outros.

Programa Cientista Aprendiz da UEMASUL

O Programa Cientista Aprendiz é uma iniciativa de pré-iniciação científica direcionada a estudantes do 8º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio. Sendo uma das atividades de extensão oferecidas pela Universidade Estadual da Região Tocantina (UEMASUL), ele surgiu da curiosidade dos alunos em relação às práticas laboratoriais e às diversas áreas da pesquisa científica.

Seu principal objetivo é aprimorar as habilidades científicas dos participantes, proporcionando-lhes uma experiência prática no campo da pesquisa e desenvolvimento. Ao participar do Cientista Aprendiz, os jovens têm a oportunidade de conceber e executar projetos de investigação utilizando metodologia científica. O programa teve início no ano de 2017.

Vanessa Carvalho
Vanessa Carvalho
Acadêmica de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp