34 C
Imperatriz
sábado, maio 25, 2024
spot_img
InícioPolicialPF prende homem em ITZ por armazenar e compartilhar imagens de abuso...

PF prende homem em ITZ por armazenar e compartilhar imagens de abuso infantil

Neste fim de semana, a Delegacia de Polícia Federal em Imperatriz desencadeou a OPERAÇÃO PERIGO REAL, visando cumprir um mandado judicial de busca e apreensão na residência de um homem suspeito de crimes relacionados ao armazenamento e compartilhamento de imagens e vídeos contendo abusos e exploração sexual infantil. Durante a operação, o suspeito foi preso em flagrante ao ser encontrado com o material armazenado em seu celular, sendo logo depois levado para a delagacia.

Segundo informações da Polícia Federal, o homem já estava sendo investigado antes da operação e a localização dele foi possível após uma investigação que rastreou suas atividades na internet. O indivíduo utilizava aplicativos de mensagens para obter e compartilhar o material ilícito em grupos específicos.

O inquérito policial revelou que os crimes eram cometidos por meio do aplicativo Telegram, onde o suspeito participava ativamente na troca de mensagens contendo imagens e fotografias de cunho pornográfico envolvendo crianças e adolescentes, com participantes de diversas localidades do Brasil.

Utilizando ferramentas tecnológicas, além de diferentes métodos de obtenção de provas, os investigadores puderam rastrear a atuação do suspeito na internet. Durante a operação, foram apreendidos dispositivos eletrônicos e mídias que serão submetidos a exames periciais para coleta de evidências digitais.

Se comprovada sua participação nos crimes, o suspeito poderá responder por armazenamento e compartilhamento de conteúdo pornográfico infantil, crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente. As penas para tais crimes podem chegar a até 10 anos de prisão, caso somadas.

A Polícia Federal enfatiza a gravidade desses crimes e sua prioridade no combate ao abuso e à exploração sexual infantil. A prática desses atos não apenas viola os direitos das crianças e adolescentes, mas também causa danos psicológicos e sociais permanentes às vítimas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp