Início Policial Dupla atira contra homem em bar na Vila Cafeteira

Dupla atira contra homem em bar na Vila Cafeteira

0
51
Dupla atira contra homem em bar na Vila Cafeteira
Dupla atira contra homem em bar na Vila Cafeteira

Um homem sofreu uma tentativa de homicídio no final da noite de ontem (14), na rua Porto Franco, bairro Vila Cafeteira. De acordo com a polícia, o homem estava em um bar quando foi surpreendido por uma dupla de criminosos em uma moto FAN preta, que atirou contra ele e o atingiu nas costas.

Ainda segundo a polícia, a suspeita é de que essa dupla seja a mesma que cometeu outros dois homicídios no bairro, pois as características do veículo e a forma como o crime foi organizado batem com os anteriores. A vítima foi socorrida por moradores e levada em um carro para o hospital de Imperatriz.

Outros casos de violência: 

Um homem foragido da justiça de  Imperatriz foi morto após entrar em confronto com a polícia, nesse domingo (14), no município de São Pedro da Água Branca. Segundo a polícia, além de Imperatriz, existiam dois mandados de prisão contra ele em Senador La Roque e São Pedro da Água Branca, por crimes de homicídios e assaltos.

Ainda segundo a polícia, ele estava escondido em uma casa na cidade de São Pedro da Água Branca e quando a polícia chegou ao local ele atirou contra os policiais que revidaram e o atingiram. O homem chegou a ser levado para hospital da cidade, mas  não resistiu aos ferimentos. O corpo foi levado para o IML de Imperatriz.

A polícia apreendeu vários materiais ilegais, sendo eles três armas de fogo, simulacro de arma de fogo, balança de precisão, drogas entre outros objetos ilícitos.

Homicídios em Imperatriz

De acordo com a Delegacia de Homicídios de Imperatriz, já foram registrados 41 homicídios na cidade apenas nos quatro primeiros meses de 2024.  Ainda segundo a delegacia, o número de assassinatos é maior do que no mesmo período do ano passado.

Na tarde de ontem (09), um homem identificado como Tony Carneiro, de 34 anos, foi morto a tiros na Avenida Liberdade, no bairro Vila João Castelo. Ainda não há informações sobre a motivação do crime e ninguém foi preso. 

Casos de homicídios e tentativas de homicídio têm sido registrados com maior frequência em Imperatriz, desde janeiro deste ano. Alguns deles, a luz do dia.

Um homem, identificado como Higomar Francisco Araújo, foi morto a tiros durante uma cavalgada na Avenida Principal do bairro Teotônio Vilela, em Imperatriz, na tarde do último dia 07. De acordo com informações de testemunhas, um grupo de carroceiros chegou ao local onde a vítima estava e uma confusão generalizada começou.

Ainda segundo testemunhas, um outro homem puxou a arma e atirou contra a vítima. O caso está sendo investigado.

Na noite do dia anterior (06), um homem sofreu uma tentativa de homicídio na rua Aquiles Lisboa, no Mercadinho, em Imperatriz. De acordo com relatos de testemunhas à polícia, a vítima estava em um bar quando um outro homem a abordou pedindo um gole da bebida que ela estava consumindo. A vítima se negou e, nesse momento, o agressor desferiu vários golpes de faca na região das costas da vítima.

Na ocasião, uma equipe do SAMU foi acionada e o homem foi encaminhado para o Hospital Municipal de Imperatriz. A polícia segue investigando o caso.

Líder de facção morto

Em uma operação conjunta entre a Polícia Militar do Maranhão e a Polícia Civil do estado do Tocantins, um dos principais líderes de uma facção criminosa atuante na Região Tocantina foi morto durante uma abordagem policial, na tarde de ontem (09), na zona rural do município de Araguatins, no estado do Tocantins. O criminoso foi identificado como Bruno Oliveira Araújo, conhecido pelo apelido “Venezuela”.

A ação ocorreu após uma intensa investigação sobre uma série de assassinatos na área do 3º Batalhão da Polícia Militar. Durante a abordagem, Bruno Oliveira foi encontrado armado com uma pistola e disparou contra os policiais, que responderam à agressão, resultando na morte do suspeito. Bruno Oliveira era investigado por sua ligação com diversos homicídios em Imperatriz, no Maranhão.

Investigações feitas pelo serviço de inteligência do 3 Batalhão da Polícia Militar de Imperatriz, revelaram que organizações criminosas estavam envolvidas em disputas acirradas na região tocantina, resultando em mortes de membros de facções rivais. Bruno Oliveira, era considerado o segundo na hierarquia da facção oriunda do Rio de Janeiro e atuante no Maranhão. Ele era responsável pela definição de alvos e julgamento de vítimas pelo “tribunal do crime”.

Entre os crimes atribuídos a Bruno Oliveira, destaca-se o homicídio de Wellington Santos Ferreira em setembro de 2023, no bairro Ouro Verde, em Imperatriz bem como o assassinato de Danilo Lima Carvalho, conhecido como “Tubarão”, em maio de 2021, em que Bruno e seus comparsas planejaram morte de Danilo dentro de uma barbearia, no bairro Vila Nova, também em Imperatriz. No último confronto, Bruno resistiu à prisão e acabou sendo morto pela polícia, que apreendeu uma pistola calibre 40 de uso restrito.

A operação contou com o apoio da Polícia Federal de Imperatriz, da Delegacia Regional de Araguatins, da Polícia Civil do Tocantins e do 9º Batalhão da Polícia Militar do Tocantins, sendo fundamental para o sucesso da ação.

O 3º Batalhão da Polícia Militar contou também com o suporte e apoio da Polícia Federal de Imperatriz, da Delegacia Regional de Araguatins – TO e do 9 Batalhão da Polícia Militar do Tocantins.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

× WhatsApp