Início Estado MA-119 corta entre as cidades de Altamira do Maranhão e Santa Luzia

MA-119 corta entre as cidades de Altamira do Maranhão e Santa Luzia

0
25
MA-119 corta entre as cidades de Altamira do Maranhão e Santa Luzia
MA-119 corta entre as cidades de Altamira do Maranhão e Santa Luzia

Na manhã desta sexta-feira (19), mais uma rodovia do Maranhão amanheceu cortada. Desta vez, foi em um trecho da MA-119, entre os municípios de Altamira do Maranhão e Santa Luzia. Como é possível ver no vídeo, metade da estrada está cortada devido às últimas chuvas na região. 

Além da MA-119, o estado tem outras duas rodovias interditadas, sendo uma na BR-316 e outra na BR-222, um outro trecho estava interditado, na BR-222, mas foi liberado parcialmente no final da tarde de ontem (18). 

O jornal Mais Maranhão encaminhou a situação da MA-119 para o Governo do Estado e aguarda resposta sobre a previsão de obras no local. 

Situação das rodovias: 

O km 598 da BR-222, entre os municípios de Bom Jesus das Selvas e Açailândia, voltou a ser completamente cortado na noite do último sábado (13). A via havia sido interditada pela primeira vez no dia 26 de março, quando uma cratera de mais de 20 metros se abriu.

Na época, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) iniciou reparos emergenciais e deu um prazo de oito dias para a liberação da pista. Com o avanço das obras, parte da via foi liberada no dia 30 de março, mas agora nenhum veículo consegue passar.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a cratera tem aproximadamente 20 metros de comprimento e 10 metros de profundidade. Em nota emitida no domingo (14), o DNIT confirmou a interdição e informou que uma equipe foi encaminhada ao local para analisar a situação. O órgão afirmou que deve iniciar reparos para normalizar o tráfego de veículos na região. Leia a nota abaixo na íntegra:

“O DNIT informa que novos barramentos de água romperam em função do grande volume de chuva da região nessa madrugada causando um novo corte no km 598 da BR-222/MA, em Bom Jesus das Selvas.

Técnicos da autarquia estão se deslocando para o local para avaliar a situação e buscar meios de restabelecer novamente o tráfego o quanto antes”.

Problemas causados pelas interdições:

O Corpo de Bombeiros em conjunto com uma equipe do SAMU de Buriticupu, ajudou no transporte de urgência de um bebê para o hospital de Açailândia. Os bombeiros precisaram atravessar a pé a parte da estrada que está cortada na BR-222, entre os municípios de Bom Jesus das Selvas e Açailândia. 

.

Eles atravessaram o trecho carregando a criança que estava dentro de uma incubadora. Do outro lado da estrada, estava uma equipe do SAMU que aguardava o bebê para completar o trajeto até o hospital.

O DNIT informou que o trecho cortado entre Bom Jesus das Selvas e Açailândia deve ser liberado até o final do mês de abril.

Outra situação foi a de Pacientes de hemodiálise de Buriticupu denunciam a dificuldade em fazer o tratamento na cidade de Açailândia, devido ao trecho que voltou a ser cortado na BR-222, em Bom Jesus das Selvas, por causa das últimas chuvas. Familiares disseram que os pacientes estão sendo obrigados a percorrer um trajeto a pé por uma estrada de barro para conseguir chegar ao outro lado da rodovia.

A van que transporta os pacientes para o tratamento tem esperado por um tempo maior, devido ao trajeto que os passageiros enfrentam nos dias de atendimento. No meio do lamaçal, as pessoas ficam sujas de barro. “Agora, nós chegamos na van completamente sujos por causa da lama. É impossível passar por esse local”, disse uma paciente.

Além da lama, a dificuldade de locomoção de alguns pacientes torna a viagem ainda mais demorada. “Os pacientes têm problemas de saúde e alguns não conseguem andar sozinhos, por isso eles precisam de ajuda. Meu pai é um deles. As pessoas que estavam lá tiveram que ajudá-lo a atravessar”, disse a filha de um paciente.

A comunidade cobra o início da obra para que o trecho seja liberado e, assim, os pacientes consigam fazer o trajeto até Açailândia. O Jornal Mais Maranhão entrou em contato com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) para saber se há uma previsão para a liberação da pista.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

× WhatsApp