Início Estado Pai e filho são presos por crimes de ameaça e abuso a...

Pai e filho são presos por crimes de ameaça e abuso a adolescente no MA

0
60

Na manhã desta quarta-feira (17), a Policia Civil do Maranhão prendeu um jovem de 18 anos e o pai dele, de 38 anos, em um caso que investiga o abuso contra uma adolescente de 12 anos, na cidade de Governador Eugênio Barros. Segundo a polícia, o jovem é acusado de ter abusado da vítima no dia 19 de dezembro de 2023.

Já o pai, de 38 anos, foi preso por suspeita de cometer o crime de coação, após ameaçar de morte o pai da vítima, caso denunciasse seu filho e o caso viesse a público.

Os dois já respondem a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por um crime de ameaça. Segundo testemunhas, os dois eram temidos pelos moradores da região onde moravam por já cometerem crime semelhante

OUTRO CASO

No início deste mês, um professor de 48 anos foi preso pela Polícia Civil, suspeito de abusar de um menino autista de 8 anos, no município de Timon, na região leste do Maranhão. De acordo com a polícia, o crime aconteceu em uma casa onde a criança esperava a mãe, que estava trabalhando como manicure. 

Em determinado momento, a vítima foi ao banheiro, e o suspeito entrou e cometeu os abusos contra a criança. Ainda segundo as investigações, o crime foi descoberto porque havia sangue na bermuda da criança, que contou à mãe o que aconteceu. A genitora prontamente denunciou o caso à Polícia Civil, que iniciou buscas para localizar o investigado. 

A mãe da vítima ainda relatou à polícia que quando a criança disse que ia ao banheiro, ela não acompanhou, porque o filho já era acostumado à casa da amiga, onde ela estava trabalhando. Porém, a criança demorou muito para voltar, e quando voltou, a genitora percebeu um comportamento estranho. A mãe e a criança foram levadas ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade para fazer o exame de corpo de delito, que confirmou o abuso.

O professor foi preso na própria casa, e ao chegar na delegacia, ele confessou o crime, alegando que cometeu o abuso porque estava bêbado. Após os procedimentos legais, o preso foi encaminhado para o Presídio Jorge Vieira, onde ficará à disposição do Poder Judiciário. A Polícia Civil ainda informou que o preso era bastante conhecido na região e pede para que outras possíveis vítimas do investigado registrem denúncias na delegacia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

× WhatsApp