33 C
Imperatriz
quarta-feira, maio 22, 2024
spot_img
InícioAssinanteHomem é preso em Imperatriz após se passar por vendedor e aplicar...

Homem é preso em Imperatriz após se passar por vendedor e aplicar golpe por telefone

A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira (26), em Imperatriz, um homem que se passou por vendedor para tirar dinheiro de uma vítima que mora na cidade de Presidente Dutra. Segundo a investigação, o golpe aconteceu por telefone e o criminoso conseguiu o dinheiro após oferecer produtos que ele não tinha.

Uma ação conjunta entre as polícias de Presidente Dutra e Imperatriz localizou e capturou o golpista. O dinheiro da vítima foi recuperado e devolvido. Após as formalidades legais na delegacia, o preso foi recambiado para Unidade Prisional, onde ficará à disposição da Justiça

A ação policial foi realizada pela 10ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Imperatriz, 5ª Distrito Policial e o apoio do Grupo de Pronto Emprego (GPE).

ALERTA

Se uma ligação por telefone parecer suspeita, é importante ter cuidado. A polícia sugere não fornecer informações pessoais ou financeiras por telefone, principalmente se não solicitadas por você. Se sentir qualquer pressão para agir rápido ou se algo parecer muito bom para ser verdade, é melhor desligar e comunicar o caso à polícia. Sempre verifique a legitimidade da empresa ou pessoa que está entrando em contato antes de compartilhar qualquer informação.

Vale destacar que essa ação evidencia a importância da colaboração ativa da população. Por isso, incentivamos a utilização do serviço de denúncias, disponível no número (99) 98480-2344, com total garantia de anonimato.

Para combater golpes desse tipo, é essencial contar com a colaboração ativa da população. Por isso, incentivamos o uso do serviço de denúncias, disponível no número (99) 98480-2344, com total garantia de anonimato.

OUTRO GOLPE

Golpistas estão se passando por funcionários do Hospital Santa Mônica para aplicar golpes financeiros, em Imperatriz. Os criminosos conseguem dados dos pacientes de forma fraudulenta e entram em contato com familiares para pedir a antecipação do pagamentos de cirurgias, exames ou medicações.

O hospital alerta que toda a comunicação sobre o paciente é feita presencialmente por um profissional identificado. O golpe também está sendo aplicado em outros hospitais privados e públicos da cidade, com registro de vítimas. O conselho é que não se efetuem pagamentos solicitados por telefone e, em caso de dúvida, procure a administração dos hospitais.

Lucas Aquino
Lucas Aquino
Acadêmico de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp