25.9 C
Imperatriz
quarta-feira, maio 22, 2024
spot_img
InícioPolicialPreso suspeito de matar jovem a tiros em emboscada no Parque Alvorada...

Preso suspeito de matar jovem a tiros em emboscada no Parque Alvorada I

Um jovem, de 18 anos, foi preso nesta quinta-feira (02), pela Polícia Civil, suspeito de ter matado a tiros Karlos Eduardo Abreu Texeira, também de 18 anos. O corpo da vítima foi encontrado em um matagal, no bairro Parque Alvorada I, próximo ao Riacho Cacau, em Imperatriz, no dia 08 de janeiro deste ano. 

De acordo com a polícia, Karlos Eduardo era morador do bairro Vila Cafeteira e foi atraído para o Parque Alvorada I, onde sofreu uma emboscada e foi assassinado. O jovem havia saído de casa na noite de domingo (07) e o corpo foi encontrado somente na tarde do dia seguinte (08), por um morador. 

Imagens de Notícias de Imperatriz
Karlos Eduardo Abreu Texeira de 18 anos foi a vítima do homicídio que aconteceu no dia 08 de janeiro de 2024

O mandado, cumprido pela Delegacia de Homicídios de Imperatriz e Proteção à Pessoa (DHPP), foi de prisão temporária. O acusado foi encaminhado à Unidade Prisional de Imperatriz. As investigações sobre o homicídio continuam.

O crime 

O perito criminal Décio Carvalho, que esteve no local, confirmou que o jovem foi morto com seis tiros, dois disparos no abdômen, dois no tórax, um na região da virilha e outro no pé esquerdo. De acordo com informações, a vítima teria ido a um possível encontro com uma pessoa na região de mata. A moto da vítima foi encontrada próximo ao local do crime. O desaparecimento do jovem chegou a ser divulgado por amigos e familiares nas redes sociais. Moradores da região relataram ter ouvido tiros durante a noite do crime. 

Prisão Temporária

Uma prisão temporária, também conhecida como prisão preventiva ou detenção temporária, é uma medida cautelar utilizada pelo sistema judicial para manter uma pessoa sob custódia por um período limitado de tempo, enquanto uma investigação sobre um crime é conduzida. Geralmente, é aplicada quando há suspeita de que a pessoa possa fugir, obstruir a investigação ou representar um perigo para a sociedade.

A prisão temporária é diferente da prisão definitiva, que é o resultado de um julgamento onde a pessoa é considerada culpada de um crime específico e recebe uma sentença. Na prisão temporária, a pessoa detida ainda não foi considerada culpada, mas é mantida sob custódia enquanto as autoridades continuam investigando o caso. 

Essa medida é utilizada para garantir que o processo legal possa ser conduzido de forma adequada e para evitar que a pessoa investigada fuja ou prejudique as investigações. Geralmente, a prisão temporária tem um prazo definido por lei e pode ser estendida sob certas circunstâncias.

Vanessa Carvalho
Vanessa Carvalho
Acadêmica de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp