26.6 C
Imperatriz
sexta-feira, maio 17, 2024
spot_img
InícioPolicialPolícia recupera betoneira vendida por funcionário de obra sem autorização do patrão...

Polícia recupera betoneira vendida por funcionário de obra sem autorização do patrão em Imperatriz

A Polícia Civil do Maranhão recuperou nesta segunda-feira (15), uma betoneira alugada que havia sido vendida por um funcionário de uma obra sem a autorização do patrão, em Imperatriz. De acordo com a investigação, a venda havia sido feita a um casal que buscou o equipamento no bairro Vila Cafeteira.

Imagens de uma câmera de segurança mostram a máquina sendo transportada na caçamba de uma caminhonete modelo S-10 de cor branca. A investigação apontou que o veículo foi utilizado pelo casal para retirar a betoneira da obra. O patrão não estava no local e não notou quando o crime aconteceu

Betoneira foi retirada da obra em uma caminhonete

A polícia conseguiu identificar o comprador, um engenheiro, que não teve a identidade divulgada. O Grupo de Pronto (GPE) localizou a betoneira em outra obra, no bairro Parque das Palmeiras. Os policiais encaminharam o funcionário e o engenheiro à Delegacia de Polícia Civil de Imperatriz para prestara depoimentos sobre o caso. A betoneira será devolvida ao patrão, que irá entregar o equipamento à locadora, assim que a obra for concluída.

Agora, a investigação vai buscar esclarecer os detalhes de como a negociação da venda aconteceu. De acordo com a polícia, o funcionário já tem passagem pelo sistema prisional por outros crimes.

CRIME

A venda de um produto que pertence a outra pessoa é considerada apropriação indébita ou furto, dependendo do contexto. No Brasil, o artigo 168 do Código Penal, prevê pena de prisão de um a quatro anos e multa para quem toma posse de algo que não lhe pertence, de forma definitiva ou temporária. A medida vale para quem beneficiar a si ou a outra pessoa.

Além disso, o Código Civil brasileiro também estabelece, no artigo 927, a responsabilidade civil por atos ilícitos, o que significa que o infrator pode ser obrigado a reparar os danos causados à vítima.

Lucas Aquino
Lucas Aquino
Acadêmico de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp