22 C
Imperatriz
quinta-feira, fevereiro 29, 2024
spot_img
InícioAssinanteMulher tem cachorro atacado por dois pitbulls soltos em rua de Imperatriz

Mulher tem cachorro atacado por dois pitbulls soltos em rua de Imperatriz

Uma moradora do Residencial Verona, em Imperatriz, teve seu cachorro atacado por dois cães da raça Pitbull. Segundo a mulher, os donos dos cachorros moram no residencial.

A mulher relatou que seu cachorro correu para a rua quando sua filha chegou em casa, nesse momento, o animal foi atacado pelos outros dois cães que estavam soltos na rua, situação que, de acordo com ela, ocorre com frequência. O cachorro da mulher ficou muito ferido e precisa de tratamento.

Vídeo mostra pitbulls atacando o cachorro da moradora.



A situação preocupa os moradores da região, que cobram responsabilidade dos tutores para que não deixem os animais soltos nas ruas.

O incidente levanta sérias questões sobre a responsabilidade e a segurança no trato com animais potencialmente perigosos. Além do risco imediato à segurança, deixar cães soltos nas ruas pode ter implicações legais no Brasil. De acordo com a legislação brasileira, é responsabilidade dos tutores garantir que seus animais não representem uma ameaça à comunidade.

O Artigo 32 da Lei Federal nº 9.605/1998 classifica como crime praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais, com penas que podem incluir multa e detenção. Além disso, se um animal causa danos a terceiros, o tutor pode ser responsabilizado civilmente, conforme o Código Civil Brasileiro.

No caso específico de Imperatriz, a tutora do cachorro atacado está buscando justiça, exigindo que os responsáveis pelos Pitbulls arquem com os custos do tratamento veterinário. Esta exigência é apoiada pelo Código Civil, que estipula que o tutor de um animal é responsável pelos danos que este causar.

A comunidade, sensibilizada com o incidente, está tomando iniciativas para prevenir futuros ataques. Há um apelo crescente para que os tutores de animais sejam mais responsáveis e vigilantes. Campanhas de conscientização e a implementação de leis municipais mais rígidas quanto à circulação de animais em espaços públicos são algumas das medidas sendo discutidas. É crucial que tais iniciativas sejam apoiadas e implementadas para garantir a segurança de todos os residentes e seus animais de estimação.

Valéria Cristina
Valéria Cristina
Jornalista - Graduada no curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online e Mais Maranhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp