25 C
Imperatriz
domingo, fevereiro 25, 2024
spot_img
InícioPolicialPolícia investiga assassinato de casal em Balsas; investigações apontam que uma das...

Polícia investiga assassinato de casal em Balsas; investigações apontam que uma das vítimas foi torturada

A Polícia Civil do Maranhão segue investigando o assassinato de um casal em Balsas, que aconteceu no início desta semana, o casal foi encontrado morto no quarto de uma residência no bairro Nova Açucena. As vítimas foram identificadas como João Paulo, de 37 anos e Tainara Cristina, de 20 anos.

A polícia suspeita que o caso se trata de uma execução e que João Paulo foi torturado antes de ser morto. A polícia aguarda os laudos de conclusão das perícias. Somada a isso, os investigadores estão em campo na tentativa de obter elementos e informações que possam solucionar o crime.

Segundo o delegado Fagno Vieira, o cadáver de João Paulo apresentava oito lesões, algumas que trazem a suspeita de tortura antes da execução, já que ele foi atingido no pé, na canela, na coxa e posteriormente no tórax, que foi o ferimento causador da morte.

Já o corpo da mulher, foi encontrado apenas uma lesão por tiro no tórax, também causa da morte. Os criminosos levaram as câmeras de segurança da casa, mas esqueceram de um Digital Video Recorder, aparelho que permite a gravação e o armazenamento de imagens de câmeras de segurança.

O aparelho foi recolhido local, já que pode auxiliar a polícia nas investigações. No local foi encontrado um caderno de anotações, que sugerem tráfico de drogas. Além de um colete balístico, duas maletas de armas de fogo, sendo uma de pistola e outra de revólver. As armas não foram localizadas e a polícia suspeita que foram levadas pelos assassinos.

Os corpos do casal foram enviados para perícia no Instituto Médico Legal – IML de Imperatriz. Ainda de acordo com as autoridades, possivelmente os criminosos entraram na residência com a porta aberta pelo casal, pois não havia sinais de arrombamento. Isso levanta a possibilidade de que os criminosos eram conhecidos das vítimas.

A vítima Tainara, era cadastrada no sistema penitenciário como companheira de um detento que também é membro de uma facção, que está recolhido no sistema penitenciário em Balsas.

Virna Águida
Virna Águida
Graduanda de Jornalismo na Universidade Federal do Maranhão. Jornalista nos jornais Mais Maranhão e Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp