25 C
Imperatriz
domingo, fevereiro 25, 2024
spot_img
InícioPolicialMaranhense foragido nos EUA é capturado

Maranhense foragido nos EUA é capturado

Danilo Cavalcante, o brasileiro que foi condenado à prisão perpétua nos Estados Unidos, que escapou da prisão e manteve as autoridades em alerta por 14 dias, finalmente foi capturado nesta quarta-feira (13), anunciou a polícia da Pensilvânia. Sua captura se deu após uma intensa operação que envolveu cerca de 500 policiais, com o apoio do FBI, além da mobilização de prefeituras e governos regionais.

Cavalcante, condenado pelo brutal assassinato de sua ex-namorada Débora Evangelista Brandão, fugiu da prisão escalando paredes, desencadeando uma das maiores caçadas da região. Durante sua fuga, ele percorreu aproximadamente 38 quilômetros, roubou uma van e um rifle, e ainda trocou tiros com um morador em South Coventry, condado de Chester, no leste da Pensilvânia.

O Departamento de Polícia da Pensilvânia expressou seu alívio após a captura de Cavalcante e agradeceu a todos os policiais envolvidos na operação, que trabalharam incansavelmente dia e noite para garantir a prisão do fugitivo.

Cavalcante estava foragido desde 31 de agosto, quando conseguiu escapar da prisão escalando as muralhas. As autoridades haviam estabelecido um perímetro de busca, e o tenente-coronel George Bivens, responsável pela operação, afirmou na terça-feira (13) que estava certo de que o fugitivo estava dentro desse perímetro e seria capturado em breve.

A última vez que Danilo Cavalcante foi avistado antes de sua captura foi na cidade de South Coventry, onde roubou o rifle de um morador. A troca de tiros que se seguiu deixou muitos preocupados, mas a investigação sugeriu que Cavalcante não foi atingido e conseguiu escapar para uma área de floresta.

As pistas que levaram à captura do brasileiro incluíram pegadas que coincidiam com o tipo de sapato que ele usava na prisão, o caminho até a floresta após o roubo do rifle e sua rota de fuga não-linear, inicialmente em direção ao sul da Pensilvânia, e posteriormente em direção ao norte.

Apesar das críticas iniciais à operação de busca pela suposta demora, o tenente-coronel Bivens defendeu a estratégia de cercar Cavalcante para “estressá-lo” até que ele ficasse sem rumo e fosse finalmente encontrado.

Durante a busca, escolas cancelaram aulas, e as autoridades pediram aos moradores que permanecessem em casa e trancassem as portas. A recompensa pela captura de Cavalcante chegou a atingir US$ 25 mil, e seu nome foi incluído na lista de procurados da Interpol.

A fuga de Danilo também resultou na prisão de sua irmã, que reside nos Estados Unidos. Embora as autoridades não tenham divulgado detalhes sobre a motivação da prisão, ela deve ser deportada.

A mãe de Danilo Cavalcante, Iracema Cavalcante, afirmou em entrevista ao jornal “The New York Times” que seu filho foi treinado para lutar pela sobrevivência e negou que ele representasse uma ameaça.

Danilo Cavalcante, nascido e criado no Tocantins, foi condenado por matar a ex-namorada Débora Evangelista Brandão em 2021, na cidade de Phoenixville, nos Estados Unidos. Ele também é suspeito de ter cometido outro homicídio em Figueirópolis, nos arredores de Palmas, em 2017, cujo caso ainda está em andamento na Justiça do Tocantins.

Vanessa Carvalho
Vanessa Carvalho
Acadêmica de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp