32 C
Imperatriz
quarta-feira, maio 15, 2024
spot_img
InícioPolicialIdoso foragido há mais de 20 anos por homicídio na Paraíba é...

Idoso foragido há mais de 20 anos por homicídio na Paraíba é preso em Imperatriz 

Um idoso de 66 anos, que estava foragido há mais de 20 anos, foi preso pela Polícia Civil em Imperatriz, acusado de crime de homicídio qualificado, que ocorreu em dezembro de 2001, no bairro Vale do Piancó, na cidade de Boa Ventura, no estado da Paraíba. De acordo com as investigações, ele matou outro homem, identificado como Edilson Braz da Silva com cerca de 40 facadas, por motivos banais. O acusado estava foragido desde a época do crime. Ele foi preso na casa onde morava, no bairro Vilinha. O mandado cumprido foi de prisão preventiva contra o acusado.

A prisão, que ocorreu na quarta-feira (01), foi feita após investigações Polícia Civil da Paraíba através das equipes da 17ª Delegacia Seccional, sediada no município de Itaporanga,  que informou ao Grupo de Pronto Emprego (GPE), da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz, que o foragido possivelmente estava morando na cidade maranhense. Após troca de informações das autoridades, foi possível chegar ao endereço do procurado. Ele foi encaminhado à delegacia para os procedimentos legais.  O Poder Judiciário deverá decidir sobre a transferência do preso para o estado da Paraíba. 

O que é homicídio qualificado?

Homicídio qualificado é um tipo específico de homicídio que ocorre quando o crime é cometido de forma agravada por circunstâncias que tornam o ato mais grave do que um homicídio simples. Essas circunstâncias agravantes podem incluir motivos como premeditação, uso de veneno, fogo, explosivos, tortura, crueldade, meio que impossibilita a defesa da vítima, ou ainda quando o homicídio é praticado por motivo fútil. Em resumo, o homicídio qualificado é aquele em que há a presença de elementos adicionais que tornam o crime mais sério e que geralmente resultam em penas mais severas.

Outras ações da Polícia Civil de Imperatriz nesta semana 

A Polícia Civil prendeu um jovem, de 18 anos, na quinta-feira (02), suspeito de ter matado a tiros Karlos Eduardo Abreu Texeira, também de 18 anos. O corpo da vítima foi encontrado em um matagal, no bairro Parque Alvorada I, próximo ao Riacho Cacau, em Imperatriz, no dia 08 de janeiro deste ano. 

De acordo com a polícia, Karlos Eduardo era morador do bairro Vila Cafeteira e foi atraído para o Parque Alvorada I, onde sofreu uma emboscada e foi assassinado. O jovem havia saído de casa na noite de domingo (07) e o corpo foi encontrado somente na tarde do dia seguinte (08), por um morador. 

Nesta  sexta-feira (03), a Polícia Civil prendeu em Imperatriz, um homem de 29 anos, acusado de matar a tiros Tailson Martins de Sousa, de 21 anos. De acordo com a polícia, o crime aconteceu em dezembro do ano passado. O acusado e mais outro comparsa invadiram o condomínio onde a vítima morava, no bairro Vila Lobão e efetuaram vários disparos. No momento da prisão, foram encontrados na casa do acusado uma pistola, munições, porções de maconha e crack. O homem foi encaminhado para a Unidade Prisional de Imperatriz. As investigações sobre o crime continuam.

Vanessa Carvalho
Vanessa Carvalho
Acadêmica de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp