Homem é preso por abuso de vulnerável contra menor; mãe da vítima também foi presa por apoiar a relação

0
156
Homem é preso por abuso de vulnerável contra menor; mãe da vítima também foi presa por apoiar a relação
Homem é preso por abuso de vulnerável contra menor; mãe da vítima também foi presa por apoiar a relação
- Publicidade -

Um homem, de 36 anos, e uma mulher, de 38 anos, foram presos por abuso de vulnerável contra uma adolescente de 14 anos, no município de Açailândia. Segundo a polícia, o homem mantinha um relacionamento com a menina e a mulher, que é mãe da jovem, aprovava a relação dos dois.

Ainda de acordo com informações, o homem começou a morar junto com a adolescente quando ela tinha 12 anos de idade. Além disso, a mãe passou a morar com os dois, sendo conivente com o crime e ainda comprava remédios para que a filha não engravidasse.

Os dois foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil de Açailândia e estão à disposição da justiça. Responderão pelo crime de abuso de vulnerável.

Outros casos de abusos no Maranhão:

Dois irmãos foram presos por abusar de uma criança e de uma adolescente na cidade de Santa Luzia, a 292 km de São Luís. A polícia teve conhecimento do caso após a avó das meninas notar um comportamento estranho em ambas e, por isso, procurou o Conselho Tutelar e a polícia. As meninas relataram terem sofrido os abusos pelos dois irmãos.

Após a denúncia, a polícia se dirigiu à casa dos irmãos, que são vizinhos das vítimas, e os prendeu em flagrante. Os dois foram encaminhados para uma unidade prisional e responderão pelo crime de abuso de vulnerável.

Um homem foi preso por sequestrar e abusar da ex-mulher, na cidade de Timbiras, a 314 km de São Luís. Segundo a polícia, o crime ocorreu em 2023 e o criminoso estava foragido, até que ele foi localizado e preso durante o cumprimento de um mandado de prisão. 

Ainda segundo a polícia, o homem foi encontrado com uma arma de fogo de fabricação artesanal, no qual, foi atuado por porte ilegal de arama de fogo. Ele foi encaminhado para uma Unidade Prisional, onde ficará à disposição da justiça.

Outro caso foi o de um homem que foi preso, na cidade de Vargem Grande, a 175 km de São Luís, por violência psicológica, abuso e agressão contra a própria esposa. A prisão ocorreu após a mulher denunciar o agressor, relatando que sofria os crimes há sete anos.

Após receber a denúncia, a polícia realizou as diligências e procedimentos necessários para que a prisão preventiva fosse decretada judicialmente. A medida foi deferida e cumprida imediatamente.

O suspeito foi interrogado na delegacia e, em seguida, encaminhado ao sistema prisional do estado, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Este caso ressalta a importância das denúncias de violência doméstica e o papel das autoridades na proteção das vítimas e punição dos agressores.

Dois irmãos foram presos pela Polícia Civil, por envolvimento em um crime de latrocínio, que vitimou Meygue Sandra Silva da Costa, na comunidade Sudelândia 50 Bis, na zona rural do município de Açailândia, no Maranhão.De acordo com a polícia, a vítima foi encontrada morta em casa, com sinais de estrangulamento e abuso, no último dia 20 de abril. Ela teve o celular e dinheiro levados pelos assassinos.

As prisões ocorreram nos dias 13 e 22 de maio, após as investigações sobre o latrocínio. Os irmãos foram localizados pela polícia no mesmo município e um deles confessou o crime e disse que usou um cadarço de sapato para matar a vítima. Ele também confirmou que roubou o celular e o dinheiro da mulher. O criminoso confessou ainda que vendeu o celular para o seu irmão e que usou o dinheiro da venda do aparelho para comprar drogas. 

Durante as investigações da polícia, através de ferramentas investigativas, foi possível descobrir que um dos suspeitos usou o celular da vítima um dia após o crime. Com base nessas informações coletadas, a polícia cumpriu um mandado de prisão temporária contra o primeiro investigado. 

Durante interrogatório, o preso confessou que havia adquirido o celular roubado da vítima, informando onde o aparelho estava e disse que conseguiu o aparelho através do irmão dele. Após cumprida a prisão preventiva do segundo irmão na quarta-feira (22), ele acabou confessando ter matado a vítima e deu detalhes do crime. Os dois irmãos foram conduzidos para a Unidade Prisional da região. A polícia não divulgou a identidade dos criminosos.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.