Homem é preso após oferecer R$ 20 para abusar de duas meninas em Imperatriz

0
180
- Publicidade -

Um homem foi preso, na tarde desta segunda-feira (10), acusado de tentar abusar de duas meninas, uma de 10 e outra de 12 anos, no bairro Habitar Brasil, em Imperatriz. Segundo a polícia, ele ofereceu R$ 20 para ganhar a confiança de uma das vítimas.

As duas meninas são vizinhas e estavam brincando juntas quando o criminoso as abordou. “A minha filha estava sentada na área, dentro de casa, quando ele se aproximou perguntando: ‘sua mãe está em casa?’ e ela disse que eu estava. Em seguida, ele perguntou: ‘e o seu pai está aí?’ e ela disse que não, porque ele já é falecido’. Depois disso ele ficou sentado em uma calçada em frente à minha casa.”, disse a mãe da vítima.

Ainda segundo depoimento da mãe, o homem viu quando a colega da criança saiu e aproveitou para abordar ela novamente. “O homem arrancou uma flor da vizinha e levou para minha filha. Ele ofereceu os R$ 20 para minha filha, mas ela recusou”, completou.

A menina se afastou e pediu ajuda para a vizinha. Na ocasião, o criminoso ameaçou a criança dizendo que se ela gritasse ele iria matar ela. O homem tentou fugir por causa dos gritos, mas foi pego por populares. Após ser capturado, ele foi entregue a uma guarnição da Polícia Militar.

Os policiais encaminharam o homem para prestar depoimento na Delegacia de Polícia Civil de Imperatriz. Em entrevista à imprensa ele negou as acusações.

OUTRO CASO NA REGIÃO

No município de Açailândia, um homem, de 36 anos, e uma mulher, de 38 anos, foram presos por abuso de vulnerável contra uma adolescente de 14 anos. Segundo a polícia, o homem mantinha um relacionamento com a menina. A mulher, que é mãe da jovem, aprovava a relação dos dois.

Ainda de acordo com informações da polícia, o homem passou a morar com a adolescente quando ela tinha 12 anos de idade. Além disso, a mãe se mudou para morar com os dois, sendo conivente com o crime e ainda comprava remédios para que a filha não engravidasse.

O homem e a mãe da adolescente foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil de Açailândia e estão à disposição da justiça. Eles responderão pelo crime de abuso de vulnerável.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.