Homem é preso após matar o próprio pai a pedradas em Timon

0
139
Homem é preso após matar o próprio pai a pedradas em Timon
Homem é preso após matar o próprio pai a pedradas em Timon
- Publicidade -

Na madrugada desta terça-feira (4), um homem, de 47 anos, matou o próprio pai, um idoso de 86 anos, a pedradas em sua casa no bairro Parque União, na cidade de Timon, a 436 de São Luís. A mãe da vítima, de 68 anos, também foi agredida e está internada em estado grave.

Segundo informações da Polícia Civil, o agressor possui deficiência mental e teria se tornado agressivo após ingerir bebida alcoólica. Na fúria, ele atacou o pai, que estava acamado, e a mãe. O idoso, devido à gravidade das lesões, não resistiu e morreu a caminho do hospital. Já a mãe, apesar dos ferimentos, conseguiu sobreviver.

Revoltados com a situação, populares que presenciaram e o imobilizaram o homem até a chegada da polícia. O homem foi preso em flagrante e deve responder por homicídio qualificado.

Outros casos parecidos no estado:

A justiça do Maranhão condenou Edmilson Marcos dos Santos de Sousa, conhecido como “Cego”, foi condenado a 18 anos de prisão pelo assassinato de seu pai, José Marques de Sousa. O crime ocorreu no dia 5 de outubro de 2023, no povoado Livramento, na Zona Rural do município de Fortuna.

Segundo o inquérito policial, Edmilson e seu pai estavam bebendo em um bar após um jogo de futebol quando uma discussão acalorada começou. José Marques decidiu ir para casa, seguido por Edmilson pouco depois. Ao chegar na residência, Edmilson encontrou o pai dormindo em uma rede e, em um ato de violência, golpeou-o fatalmente na cabeça com um pedaço de madeira. A vítima morreu devido a traumatismo crânio encefálico.

Após cometer o crime, Edmilson avisou aos familiares sobre a morte do pai, alegando inicialmente que o encontrou morto. No entanto, em depoimento à Polícia Militar, ele confessou ser o autor do assassinato. Edmilson declarou que a motivação para o crime foi o tratamento que recebia do pai, que, segundo ele, o “judiava” e o expulsava de casa repetidamente após a morte de sua mãe.

A justiça determinou que Edmilson cumpra a pena em regime inicialmente fechado na Associação de Proteção e Assistência aos Condenados. Ele não terá o direito de recorrer em liberdade.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.