23.2 C
Imperatriz
domingo, fevereiro 25, 2024
spot_img
InícioSaúdePacientes denunciam falta do repasse de medicamentos de uso contínuo há dois...

Pacientes denunciam falta do repasse de medicamentos de uso contínuo há dois meses

Pacientes que precisam de remédios de uso contínuo estão denunciando a falta dos medicamentos, que são fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com o esposo de uma mulher diagnosticada com uma doença autoimune, ela está sem receber o medicamento há dois meses.

Ainda de acordo com o homem, eles estão precisando comprar as quatro caixas do medicamento, que é usado durante um mês, com o próprio dinheiro. Ele relatou que esteve no local hoje e foi informado de que não tinha o medicamento. Outros pacientes também estão enfrentando o mesmo problema.

A esposa do denunciante foi diagnosticada com Miastenia Gravis, que é uma doença neuromuscular crônica que afeta a comunicação entre os nervos e os músculos, levando a fraqueza muscular e fadiga. Seu nome, traduzido do grego, significa “fraqueza grave”, refletindo bem a principal característica da condição. Esta doença ocorre quando o sistema imunológico ataca os receptores de acetilcolina na junção neuromuscular, onde os nervos encontram os músculos.

Apesar do denunciante afirmar que esteve na Secretaria Municipal de Saúde na manhã de hoje (14), o município negou a denúncia e deu o seguinte posicionamento:

“O medicamento chegou na Secretaria de Saúde desde terça-feira, 12, estamos aguardando a paciente desde então.”

Falta de transporte para pacientes que fazem tratamento de hemodiálise

Outra denúncia na área da saúde vem dos pacientes que fazem tratamento de hemodiálise em Imperatriz, que relataram a falta de transporte. De acordo com eles, o problema já dura 15 dias. Segundo o filho de uma das pacientes, a mãe dele está precisando tirar do próprio bolso pagar carros por aplicativo para que consiga chegar até a clínica e realizar os procedimentos e depois voltar para casa. 

Ainda de acordo com as denúncias, os pacientes foram informados que o motivo para a falta de transporte é devido aos veículos estarem em manutenção. Os pacientes que precisam do tratamento contam que estão se sentindo prejudicados com a situação. O Imperatriz Online encaminhou um pedido de nota para a prefeitura, mas não teve resposta.

Vanessa Carvalho
Vanessa Carvalho
Acadêmica de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp