Início Estado Médico maranhense está entre as 14 vítimas da queda de um avião...

Médico maranhense está entre as 14 vítimas da queda de um avião no Amazonas

0
107
Médico maranhense está entre as 14 vítimas da queda de um avião no Amazonas
Médico maranhense Roland Montenegro Costa, de 70 anos.

O médico maranhense Roland Montenegro Costa, de 70 anos, natural do município de Viana no Maranhão, foi confirmado como uma das vítimas fatais da queda de um avião de médio porte na cidade de Barcelos, no estado do Amazonas. O trágico acidente ocorreu no sábado (16) por volta das 15h, quando a aeronave tentava pousar durante um temporal.

O médico e outras vítimas estavam em uma viagem de pesca esportiva e se dirigiam a um clube na cidade de Barcelos, local que frequentavam regularmente. O avião Bandeirante, pertencente à empresa Manaus Táxi Aéreo, transportava 12 turistas, além do piloto e copiloto. Infelizmente, não houve sobreviventes.

Imagens de Notícias de Imperatriz
o avião caiu em uma área rural, na cidade de Barcelos.

Especialista em cirurgia do aparelho digestivo, Roland Costa era médico aposentado do Hospital de Base de Brasília e ainda mantinha atendimento em consultório particular. Desde 2005, ele ostentava o título de cidadão honorário em reconhecimento à sua dedicação e serviços à saúde do Distrito Federal. Graduou-se pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Maranhão em 1978 e era membro da Academia de Medicina de Brasília. Ele deixa quatro filhos.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) está à frente das investigações e já iniciou o processo de coleta e confirmação de dados, bem como a preservação de evidências e avaliação inicial dos danos à aeronave. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) confirmou que a aeronave estava em conformidade com as regulamentações e autorizada para operações de táxi aéreo.

Enquanto as autoridades competentes avançam na investigação, familiares, amigos e o meio médico aguardam esclarecimentos sobre as circunstâncias que levaram a essa tragédia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

× WhatsApp