Início Estado 180 famílias estão em área de risco devido ao avanço das voçorocas...

180 famílias estão em área de risco devido ao avanço das voçorocas em Buriticupu

0
47

De acordo com a Defesa Civil, 180 famílias estão em área de risco devido ao fenômeno das voçorocas, em Buriticupu, que se intensificaram com as fortes chuvas que atingem o Maranhão nas últimas semanas. Novas erosões avançam sem controle sobre ruas e casas, com até 80 metros de profundidade.

Segundo especialistas, as crateras se formaram pela força da água das chuvas, atingindo o lençol freático e ocasionando a formação do fenômeno. Como nada foi feito para conter, no munícipio se formaram 26 crateras gigantes, algumas delas chegando a medir 600 metros de extensão e 80 metros de profundidade

Em 10 anos, 53 casas foram engolidas pelas erosões, sendo três somente em 2024. Com isso, muitas famílias estão abandonando os imóveis. Neste ano, o município já recebeu R$ 3 milhões para a construção de 89 habitações para famílias que ficaram desabrigadas durante o ano passado.

Para prestar assistência aos desalojados, o prefeito da cidade, João Carlos, afirma que a construção das habitações serão feitas em breve. “O município de Buriticupu já realizou todo o processo de licitação, emitiu a ordem de serviço a empresa. Acredito que na próxima semana esses serviços já vão ser realizados, para contemplar as 89 famílias que já foram atingidas”, diz o município.

VOÇOROCAS

As voçorocas são o nome científico do fenômeno erosivo que atinge o lençol freático e Buriticupu tem uma das maiores concentrações do fenômeno no país.

De acordo com o departamento de Geociência da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), a universidade alertou as autoridades, por meio da publicação de artigos em revistas, sobre o problema. Para ele, faltou planejamento no modelo de urbanização e ação para combater o avanço das crateras em Buriticupu.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

× WhatsApp