27.2 C
Imperatriz
domingo, abril 14, 2024
spot_img
InícioCidadeAssociação de pais e Estado se pronunciam sobre cobrança de taxa no...

Associação de pais e Estado se pronunciam sobre cobrança de taxa no CMT

Após a denúncia de que uma taxa de R$ 60 estava sendo cobrada para a contratação de professores no Colégio Militar Tiradentes de Imperatriz (CMT). A Associação de Pais do CMT e a Secretaria de Estado da Educação se pronunciaram por meio de nota. A denúncia foi feita ao Imperatriz Online por pais que discordam da cobrança.

As aulas na escola estão paralisadas há quase 15 dias devido a greve de professores, assim, o valor arrecadado seria utilizado para a contratação de outros professores para o retorno das aulas. A iniciativa da cobrança foi de um outro grupo de pais de alunos, que tomaram a atitude por conta própria para tentar amenizar a situação.

Em nota a Associação de Pais do CMT afirmou que a cobrança da taxa faz parte da contribuição escolar que existe desde a criação dos Colégios Militares e que é regulamentada pela Lei Federal. Disse ainda que a taxa é voluntária e que os pais de baixa renda são isentos do pagamento.

NOTA/ ASSOCIAÇÃO DE PAIS DO CMT

Sou Elane Cavalcante, Presidente da Associação de Pais do Colégio Militar Tiradentes II.
Venho por meio deste, prestar esclarecimentos referente à contribuição escolar que existe desde a criação dos Colégios Militares, é regulamentada pela Lei Federal.

A contribuição escolar serve para melhorar a qualidade de ensino, pagamento dos professores de esporte em diversas modalidades que não são oferecidas pelo Governo do Estado, reforçar a merenda escolar o valor que o Estado repassa aos Colégios não supri, reforço escolar de português e matemática, entre outros.
Sabemos que alguns pais são de baixa renda, esses ficam isentos.
A taxa é voluntária, e tem o apoio dos pais que procuram investir na educação dos seus filhos.

O COLÉGIO MILITAR TIRADENTES II, tem se destacado sempre, mesmo com o pouco que arrecada da taxa escolar.
E a Associação de Pais vai continuar fazendo todo esforço para que melhore cada vez mais.

Já a Secretaria de Estado de Educação disse que notificou a gestão da escola por se tratar de um decisão ilegal:

NOTA/SEDUC

A respeito da cobrança de taxa por parte do Colégio Militar Tiradentes II de Imperatriz para contratar professores, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), informa que notificou a gestão da escola por se tratar de uma decisão ilegal e determinou que não seja cobrada qualquer tipo de taxa com a finalidade de contratar professor.

A Seduc esclarece, também, que está tomando todos os meios legais e mantém aberto o diálogo com o Sindicato da categoria de professores, no sentido de encerrar o movimento grevista.

Valéria Cristina
Valéria Cristina
Jornalista - Graduada no curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online e Mais Maranhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp