29 C
Imperatriz
sexta-feira, março 1, 2024
spot_img
InícioAssinantePolícia Federal faz operação para combater garimpos clandestinos no MA

Polícia Federal faz operação para combater garimpos clandestinos no MA

Nesta terça-feira (27), a Polícia Federal, com apoio do IBAMA e do Centro Tático Aéreo do Maranhão, desencadeou a operação “Grimpas – Dupla Usurpação”. O objetivo é combater a mineração clandestina e os resultantes danos ambientais na Área de Proteção Ambiental das Reentrâncias Maranhenses, no Maranhão.

A operação é fruto de um Inquérito Policial embasado em robustos elementos informativos sobre atividades de extração ilegal de ouro na região. Constatou-se que métodos como uso de dragas e escavadeiras hidráulicas eram empregados na extração, causando graves danos como contaminação de corpos hídricos, supressão de vegetação e erosão do solo. Foi identificada também a utilização de mercúrio, acarretando destruição de habitats naturais.

A investigação, valendo-se de geotecnologia e análise de cadastro ambiental rural, identificou os principais envolvidos, incluindo os proprietários das terras, pai e filho, que cobravam um percentual do valor do ouro extraído. Um dos investigados, ex-prefeito de Godofredo Viana/MA, já responde por crimes similares em outro inquérito.

Imagens de Notícias de Imperatriz

A operação ocorreu nos municípios de Godofredo Viana e São Luís, mobilizando mais de 130 agentes públicos, incluindo grupos especializados da Polícia Federal.Durante a operação, foram cumpridos seis Mandados de Busca e Apreensão, resultando na apreensão e destruição de equipamentos usados na extração ilegal de ouro. Um indivíduo foi preso em flagrante, com armas de fogo e 415 gramas de ouro, avaliadas em R$ 127.209,95, encontradas em sua residência.Os investigados responderão por crimes como contrabando, receptação qualificada e variados crimes ambientais, além de usurpação de bens da União, o que acarreta substanciais prejuízos aos cofres públicos pela falta de recolhimento de tributos referentes à exploração mineral.

O nome “Grimpas” faz alusão à exploração ilegal de minérios em cumes de serras, chamadas de “grimpas”, originando o termo “garimpeiro”.Esta operação ressalta a contínua luta contra atividades de mineração ilícitas e seus impactos ambientais.

Esse combate é crucial para a preservação de ecossistemas, a garantia da legalidade na exploração de recursos naturais e a salvaguarda da saúde pública, exposta aos riscos inerentes à mineração clandestina.O caso segue em investigação, com as autoridades focadas em atuar firmemente contra práticas predatórias e em favor da sustentabilidade, justiça e preservação ambiental no estado do Maranhão.

Vanessa Carvalho
Vanessa Carvalho
Acadêmica de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp