Mãe de aluno que gritou palavras homofóbicas contra estudantes durante jogo em ITZ pede desculpas

0
55
- Publicidade -

A arquiteta de Imperatriz, Cristiane Heringer Santana, que fez uma live onde gritava palavras de cunho homofóbico contra alunos do time de Voleibol do Colégio Santa Luzia, enviou ao Imperatriz Online uma nota de retratação pública sobre o caso ocorrido no último domingo (19), durante um jogo entre os alunos do Colégio Santa Luzia e Colégio Dom Bosco, na Copa ArteCeb.

O vídeo, trecho de uma live gravada pela própria arquiteta, que mostra o momento em que ela diz as palavras ofensivas, repercutiu nas redes sociais e virou caso de polícia após o Colégio Santa Luzia registrar um Boletim de Ocorrência e denunciar o episódio ao Ministério Público do Maranhão.

Na nota de retratação, a arquiteta diz que se arrepende profundamente do que aconteceu. Ainda na nota, Cristiane pede desculpas aos estudantes, a organização da Copa ArteCeb, aos pais dos alunos e também a toda a comunidade que se sentiu ofendida. Confira a nota abaixo, na íntegra:

“Eu, Cristiane Heringer Santana, venho a público retratar-me quanto ao ocorrido no último domingo, dia 19/05/2024, durante o jogo de voleibol masculino promovido pela COPA ARTECEB, entre o Colégio Santa Luzia e o Colégio Dom Bosco. Refiro-me ao vídeo que circula nas redes sociais, no qual proferi palavras ofensivas aos alunos do Colégio Santa Luzia, algo que reconheço como lamentável.

Como mãe, tenho plena consciência de que, independentemente do contexto ou da intensidade do momento, nunca é aceitável ofender a dignidade de ninguém, especialmente de crianças e adolescentes, que devem ser protegidos a todo custo. Fui infeliz em meus comentários e me arrependo profundamente do ocorrido.

Peço sinceras desculpas a todos os estudantes do Colégio Santa Luzia, à organização da COPA ARTECEB, aos pais dos alunos e a toda a comunidade que se sentiu ofendida com o vídeo publicado. Não tive a intenção de ofender a dignidade e honra dos alunos.

Este momento serve para refletir sobre os impactos não intencionais de minhas falas e compreender que em nossa sociedade não há espaço para termos pejorativos. Reafirmo meu compromisso com o contínuo aprendizado e autocrítica.

Por isso, exerço esta retratação pública, comunicando a todos que estou profundamente arrependida pelo ocorrido. Deixo aqui minhas sinceras desculpas e a demonstração do meu arrependimento.

Imperatriz, 21 de maio de 2024
.
Atenciosamente,

Cristiane Heringer Santana”

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.