28 C
Imperatriz
sábado, fevereiro 24, 2024
spot_img
InícioEducaçãoAluno é expulso de escola de São Luís após ofensas raciais contra...

Aluno é expulso de escola de São Luís após ofensas raciais contra colega

Um grave incidente de racismo em uma escola estadual de São Luís culminou na expulsão de um aluno acusado de proferir ofensas racistas contra uma colega. O caso, que ocorreu durante uma aula de educação física, após a vítima e sua família levarem o episódio às autoridades e às redes sociais.

Segundo relatos, o incidente aconteceu enquanto a vítima, uma estudante negra, estava na posição de goleira. Ela ouviu frases depreciativas com conotação racial, incluindo uma que a comparava com um gorila. Inicialmente, a jovem não reconheceu que as ofensas eram dirigidas a ela, mas a gravidade do episódio tornou-se clara dois dias depois, quando ela compartilhou a experiência com sua mãe e registrou um boletim de ocorrência.

O caso ganhou repercussão nas redes sociais, onde a vítima expôs o ocorrido, provocando uma onda de indignação pública. Em resposta, alunos e membros da comunidade pressionaram a escola por ações concretas. Diante da pressão social e dos fatos apresentados, a direção do colégio decidiu pela expulsão do estudante responsável pelas ofensas.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) do Maranhão, em nota, afirmou ter acompanhado de perto o caso. A Seduc destacou que, após procedimentos de escuta com as famílias e estudantes envolvidos, e considerando a gravidade dos fatos, a gestão escolar optou por desvincular o aluno acusado de racismo.

Além de condenar quaisquer atos discriminatórios em suas escolas vinculadas e parceiras, a Secretaria ressaltou seu compromisso com ações pedagógicas voltadas para a valorização e o respeito às diversidades – características marcantes do estado e do país. A Seduc também disponibilizou o seu Núcleo de Acolhimento e Promoção à Saúde Emocional para prestar suporte às famílias e estudantes afetados pelo incidente.

Este caso reforça a necessidade de diálogos constantes sobre o racismo e a importância de ambientes educacionais seguros e inclusivos.

Confira a nota completa na íntegra:

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) averiguou e acompanhou o desenrolar dos fatos ocorridos no Centro de Ensino São José Operário (CESJO) com o qual tem relação por convênio.

A Seduc informa que a unidade fez procedimento de escuta com as famílias e estudantes envolvidos no caso e, mediante a gravidade averiguada pela gestão escolar, a mesma decidiu por desvincular o estudante envolvido em ato de racismo.

A Secretaria repudia quaisquer atos discriminatórios nas escolas vinculadas ou parcerias, como é o caso do CESJO. Ressalta, ainda, que segue com ações pedagógicas permanentes para a valorização e respeito às diversidades, características do nosso estado e país. Além disso, a Secretaria colocou o seu Núcleo de Acolhimento e Promoção à Saúde Emocional ao dispor das famílias e estudantes envolvidos“.

Vanessa Carvalho
Vanessa Carvalho
Acadêmica de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

- Publicidade -spot_img

Mais Populares

- Publicidade -
#

Ultimos Comentários

× WhatsApp