Carro usado por autor do duplo feminicídio passa por perícia

0
129
blank
Carro usado por autor do duplo feminicídio passando por perícia
- Publicidade -

O carro em que Wlisses Lucenna, estava quando cometeu o duplo feminicídio na manhã de terça-feira (16), passou por uma perícia na tarde de hoje (17), na rua Rio de Janeiro, entre a Av. Getúlio Vargas e Av. Dorgival Pinheiro de Sousa. 

Segundo informações da polícia, Wlisses pegou o carro emprestado com um amigo, dizendo que iria fazer um serviço, porque ele trabalhava com refrigeração, logo depois ele devolveu o carro para o dono, dizendo que havia feito uma besteira e foi embora.

A polícia esclareceu que o dono do veículo não tem nada a ver com o crime e que ele procurou a delegacia e prestou depoimento, além de ter deixado o carro à disposição da investigação para a realização da perícia. 

O crime aconteceu em um salão de beleza na rua São João, entre as ruas Paraíba e Pernambuco, no bairro Nova Imperatriz. Ele matou a tiros a ex-companheira, Rayanne da Silva Morais, 29 anos, e Iraildes das Neves Nascimento e baleou Andressa Pereira de Souza, que sobreviveu. 

O homem fugiu do local, mas foi encontrado na Av. Jacob, na Vila Redenção II, apresentado ao Plantão Central em Imperatriz e depois foi encaminhado para a Unidade Prisional ainda na madrugada de hoje (17), acusado de três crimes, feminicídio, um homicídio e uma tentativa de homicídio. 

A arma do crime foi um revólver taurus calibre 32, encontrado pela polícia em uma casa em que ele tinha se abrigado quando fugiu. 

A ex-companheira Rayanne Morais, já tinha solicitado uma medida protetiva contra Wlisses ainda no dia 14 de novembro deste ano, depois que ele invadiu a casa dela e a ameaçou de morte, pois ele não aceitava o fim do relacionamento. 

Ainda segundo informações da polícia, o acusado tem histórico de agressão contra outras ex-companheiras. 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui