26.7 C
Imperatriz
sexta-feira, setembro 24, 2021
spot_img
InícioSaúdePaciente com doença urinária denuncia falta de cirurgia no Socorrão

Paciente com doença urinária denuncia falta de cirurgia no Socorrão

A paciente Samara Cardoso dos Santos, 24 anos, foi diagnosticada com Estenose de JUP, uma doença que dificulta o processo urinário. Ela fez um relato nas redes sociais afirmando que recebeu alta do Hospital Municipal de Imperatriz, Socorrão, após uma semana internada, mesmo sem passar por procedimento cirúrgico. Ela relata ainda, que a doença se agrava a cada dia, e que diariamente precisa retornar ao hospital para receber atendimento.

De acordo com a paciente, a doença causa dores frequentes, com isso, ela não consegue trabalhar. Agora, amigos e familiares estão fazendo rifas e bingos para ajudar no tratamento e também na cirurgia. Samara está buscando recursos para fazer o processo em Teresina, pois em Imperatriz ela não conseguiu pelo SUS. Em nota o Hospital Municipal de Imperatriz informou que, o quadro da paciente não é de urgência e que ela precisa fazer a marcação de consulta no Centro de Especialidades Médicas nos Três Poderes.

LEIA A NOTA DE ESCLARECIMENTO NA ÍNTEGRA:


Direção do Hospital Municipal de Imperatriz, HMI, – Socorrão
Sobre o caso da paciente S.C.S, de Imperatriz, de 24 anos, que aparece nas redes sociais dizendo que se depender do Socorrão irá morrer, alegando descaso no atendimento realizado pelo hospital, onde a mesma classifica a cirurgia que deverá se submeter, Estenose de JUP, como URGÊNCIA.


A direção do HMI esclarece que a paciente apresenta patologia congênita, ou seja, já nasceu com a doença, que é uma anomalia comum do trato urinário superior. Após internação, foi avaliada por médico especialista (urologista) e recebeu alta hospitalar por compreender que o procedimento não apresentava critérios de atendimento na urgência hospitalar e que o mesmo procedimento poderá ser realizado, por meio de marcação de cirurgia, no Centro de Especialidade Médicas nos Três Poderes.


É importante destacar que há prioridades e critérios para a realização de cirurgias de urgência, quanto às cirurgias a serem realizadas no hospital. O médico, após avaliação criteriosa do quadro clínico do paciente é quem determina a prioridade das cirurgias. No caso da paciente, NÃO possui CARÁTER de URGÊNCIA, SENDO UM PROCEDIMENTO ELETIVO.


Reiteramos nosso compromisso com a população, ao mesmo tempo em que nos solidarizamos com a paciente, mas é preciso entender que há critérios clínicos para a realização de procedimentos cirúrgicos em nossa unidade, de acordo com o risco de vida de cada paciente. Não estamos negando a realização da cirurgia, mas sim seguindo a conduta médica do especialista, bem como realizando o atendimento da nossa alta demanda hospitalar, ressaltamos ainda que em casos de procedimentos eletivo temos uma unidade exclusiva, que é o Centro de Especialidades Médicas Três Poderes (CEMI).

Imagens de Notícias de Imperatriz
Cyarla Barbosa
Acadêmica de Comunicação Social habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), integrante do Grupo de Pesquisa Jornalismo de Fôlego e jornalista da equipe Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

Ultimos Comentários

José Galvão on Quatro feridos em tiroteio
Jaciane oliveira de Sousa on Casamento comunitário será online
Pablo Nascimento Cortez Moreira on Professor Frazão morre por complicações de covid-19
Ildeane Ramos do Nascimento on Caixa Econômica tem novo horário de atendimento
× WhatsApp