26 C
Imperatriz
quinta-feira, setembro 29, 2022
spot_img
InícioEstadoEmpresário que estuprou e matou cunhada é condenado a 39 anos de...

Empresário que estuprou e matou cunhada é condenado a 39 anos de prisão

O empresário Lucas Porto, que estuprou e matou asfixiada a própria cunhada Mariana Menezes, foi condenado neste fim de semana a 39 anos de prisão. Da pena total, 30 anos são relativos ao crime de homicídio e nove ao crime de estupro. Pelo assassinato, ele foi condenado com quatro qualificadoras: feminicídio, asfixia, impossibilidade de defesa e ocultação de provas. Os quatro anos que o empresário já passou preso não vão contar para a pena, conforme declarou a Justiça.

O julgamento de Lucas Porto durou seis dias, o dobro do tempo previsto. Apesar da defesa do réu declarar que vai recorrer da decisão, a justiça determinou o retorno imediato do condenado para o Complexo de Pedrinhas. Mariana Menezes tinha 33 anos quando foi estuprada e morta pelo cunhado em sua própria casa. Lucas confessou o feminicídio e disse que o crime foi motivado por uma atração sexual que ele nutria pela vítima. Mariana foi morta em novembro de 2016, em São Luís. 

Com informações do G1 Maranhão

Ananda Portilho
Ananda Portilho
Bacharela em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão, em Imperatriz. É repórter e âncora no Imperatriz Online. Apaixonada por futebol, animais e boas histórias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Populares

- Publicidade -

Ultimos Comentários

× WhatsApp