Médicos cobram salários, mas prefeitura nega irregularidade

0
322
blank
- Publicidade -

Os médicos que atendem na UPA São José, Hospital Municipal de Imperatriz e Hospital Municipal Infantil divulgaram um manifesto nesta quarta-feira cobrando três meses de salários atrasados. Segundo o cartaz divulgado nas redes sociais, “os médicos estão trabalhando sem receber desde setembro”.

A UPA São José é uma das unidades destinadas exclusivamente ao atendimento de casos de Covid-19. O profissionais de saúde lotados na unidade, lembram o risco enfrentado todos os dias. “Muitos de nós fomos contaminados pelo coronavírus, colocamos nossas famílias em risco e não temos o menor reconhecimento da gestão”.

O comunicado também sugere uma paralisação dos serviços por parte dos médicos com salários atrasados. “Pedimos o apoio da população para que não precisemos abandonar os respectivos serviços”.

Imagens de Notícias de Imperatriz
Nota foi publicada por médicos no fim da tarde desta quarta-feira.


Horas depois da divulgação do comunicado, a Secretaria de Saúde se manifestou por nota, negando irregularidades. Segundo o informe divulgado nas redes oficiais da Prefeitura de Imperatriz, “os processos de pagamento estão dentro do prazo legal, o que impede a paralisação dos serviços prestados pelos médicos generalistas, portanto, não há nenhuma possibilidade deles suspenderem o atendimento”.

A contratação dos médicos, ainda de acordo com a nota da prefeitura, ocorre por meio de duas empresas terceirizadas: a R TELES MEDEIROS, responsável pelo atendimento na UPA São José e no Socorrão, e a TOCANTINS SERVIÇOS MÉDICOS, responsável pela clínica pediatra da UPA São José. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, em relação à segunda empresa terceirizada, o processo de pagamento está em tramitação, dentro do prazo legal. Já os médicos que fazem o atendimento no Socorrinho, segundo a Prefeitura de Imperatriz, são concursados e não estariam com salários atrasados.

Imagens de Notícias de Imperatriz
Horas após a divulgação do comunicado pelos médicos, a prefeitura lançou uma nota oficial.


O Imperatriz Online ainda tenta contato com as duas terceirizadas responsáveis pelos atendimentos, bem como com os representantes dos médicos citados.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui