23.1 C
Imperatriz
segunda-feira, abril 12, 2021
Início Cultura Imperatrizense lança livro sobre cultura nordestina

Imperatrizense lança livro sobre cultura nordestina

O jornalista e ator imperatrizense, Domingos de Almeida lançou o livro, Xica do Sertão de Terra e Puaca, inspirado em personalidades do seu cotidiano, de sua identidade negra e da sua cidade natal em Alto Alegre do Pindaré – MA. O livro conta a história da personagem Francisca Escolápio Silva da Misericórdia, a Xica do Sertão, desde a adolescência até a idade adulta. 

A escrita do livro é resultado de um processo que surgiu em 2018, quando Domingos era diretor da Companhia Afro de Teatro Reinvent´arte, do Centro de Ensino Urbano Rocha e Centro de Cultura Negra – Negro Cosme (CCN-NC), a ação surge como uma necessidade de trabalhar a negritude de forma positiva e colocando atores e atrizes negros e negras para interpretar personagens de destaque.

O primeiro ato da peça foi apresentado no XXII Festival Maranhense de Teatro Estudantil (FEMATE). Os atores foram premiados com o segundo lugar e a atriz que interpretou Xica, Calyne Silva, ganhou o prêmio de Melhor Atriz Revelação. Agora, os artistas se preparam para apresentar o terceiro e último ato da peça em março de 2021, no aniversário do Centro de Cultura Negra – Negro Cosme em Imperatriz. 

O livro está pronto, mas não haverá lançamento presencial devido o aumento de casos da covid-19, porém está disponível para venda, basta entrar em contato por meio do instagram: @almeidadomingos ou pelo número (21) 92000-4473, aproveite e boa leitura! 

Cyarla Barbosa
Cyarla Barbosa
Acadêmica de Comunicação Social habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), integrante do Grupo de Pesquisa Jornalismo de Fôlego e jornalista da equipe Imperatriz Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

Ultimos Comentários

Ildeane Ramos do Nascimento on Caixa Econômica tem novo horário de atendimento
× Fale com a gente, agora!