31 C
Imperatriz
segunda-feira, maio 17, 2021
spot_imgspot_img
InícioEstadoA cada 100 pessoas assassinadas no Maranhão, 91 são negras

A cada 100 pessoas assassinadas no Maranhão, 91 são negras

Um levantamento do Atlas da Violência 2019 trouxe dados alarmantes em relação ao crime no país. Apesar da quantidade de homicídios ter caído nos últimos anos no Maranhão, a pesquisa aponta que, a cada 100 vítimas de assassinatos no estado, 91 são negras. 

Os números são de 2017, último ano analisado. Naquele ano, no estado, foram assassinadas 181 pessoas não-negras – que engloba brancos, amarelos e indígenas – e 1.968 negras – pretos e pardos. O gráfico do documento também mostra que, para cada 100 mil habitantes negros no Maranhão, 35 foram vítimas de homicídio.

A quantidade pretos e pardos assassinados em 2017 foi menor que nos três anos anteriores. No entanto, a proporção é a mesma: em 2014, ano com o maior índice, do total de 2.385 vítimas de homicídio, 2.179 eram negras – ou seja, 91%. A pesquisa apontou ainda que, em uma década, o número de homicídios de negros dobrou no Maranhão e subiu 104 %, enquanto as mortes violentas de pessoas não-negras cresceu 15%.

Proporcionalmente, o Maranhão é o quinto com mais negros assassinados no país, ficando atrás apenas apenas do Rio Grande do Norte, Sergipe, Acre e Ceará.

Fontes: O Imparcial/G1 Maranhão

Dados: Atlas da Violência

Foto: Ilustração/ Yasuyoshi chiba

Lysa Benigno
Lysa Benigno
Acadêmica de Jornalismo na Universidade Federal do Tocantins. Cursando Gestão social: Políticas Públicas, Redes e Defesa de Direitos (UNOPAR). Cursando Produção Multimídia com Ênfase em Audiovisual (UNOPAR).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

Ultimos Comentários

Pablo Nascimento Cortez Moreira on Professor Frazão morre por complicações de covid-19
Ildeane Ramos do Nascimento on Caixa Econômica tem novo horário de atendimento
× Fale com a gente, agora!