Segundo uma pesquisa realizada em 2019, pelo Instituto Datafolha, em que foram entrevistadas 2.084 pessoas, em média 37% das mulheres brasileiras, já sofreram assédio que aparecem em forma de cantadas ou comentários desrespeitosos ao andar na rua (32%), cantadas ou comentários desrespeitosos no ambiente de trabalho (11,46%) e assédio físico no transporte público (7,78%).

Neste carnaval é bom lembrar da importância do respeito ao corpo das pessoas, independente do gênero (Foto: Drone da Madrugada)

Em casas noturnas, 6,24% das mulheres disseram que foram abordadas de maneira agressiva, com alguém tocando seu corpo;  5,02% foram agarradas ou beijadas à força e 3,34% relataram tentativas de abuso por estarem embriagadas.

Por isso, no carnaval também é bom lembrar que, além de assédio agora importunação sexual também é crime. De acordo com o Art. 215-A “praticar contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro: pena – reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, se o ato não constitui crime mais grave”. 

Para denunciar, ligue no 180.

Carregar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Mais

Acidente na madrugada de domingo deixa uma vítima fatal e dois feridos

Na madrugada de ontem, 23, aconteceu um acidente na Av. Pedro Neiva de Santana, envolvendo…