Quem anda pela cidade se depara com terrenos abandonados, cobertos pelo lixo e água parada.Os resíduos propiciam a proliferação do Aedes aegypti, que transmite dengue. Além de contribuir com o entupimento de galerias, causando alagamentos no período chuvoso.

Jogar lixo em locais inadequados pode gerar multa.

O Jhoell Santos comentou nas redes sociais que a população de Imperatriz também é culpada pela poluição da cidade e os alagamentos quando chove. “Esse povo não aprende não, por isso que quando dar um sereno a cidade fica toda alagada”, alega Jhoell. E, ele ainda complementa com um questionário aos próprios moradores da cidade, “essa é a contribuição da sociedade para uma cidade mais limpa?”.

Outro grande problema dos lixos despejados em locais inadequados é a presença de doenças e mosquitos transmissores de vetores. No último ano tiveram 184 casos de dengue registrados na cidade, mais do que o dobro de 2018 com 63 casos, de acordo com o supervisor de Endemias da cidade, Gênesis Costa.

O descarte incorreto pode gerar multa. Denuncie pelo número (99)9100-7184.

Carregar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Mais

Acidente na madrugada de domingo deixa uma vítima fatal e dois feridos

Na madrugada de ontem, 23, aconteceu um acidente na Av. Pedro Neiva de Santana, envolvendo…