Funcionários da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), estão desde o mês de outubro sem receber seus salários. O pagamento é feito pela Secretaria Municipal de Saúde, que é o órgão do município responsável por fazer os repasses das verbas destinadas a causa, que são enviadas pelo Governo Federal.  

Atualmente, o espaço da instituição, conta com mais de 50 colaboradores, que prestam serviços de saúde e educação, e para eles o fim de 2019 foi difícil, sem poder contar com recursos financeiros para nada. 

O prédio da Apae está localizado no bairro Vila Lobão, sendo um espaço onde as famílias de crianças com deficiência intelectual e múltiplas encontram apoio. E, apesar das verbas recebidas para pagamento dos servidores , a Associação, ainda amplia seus serviços e melhora a estrutura física com recursos arrecadados por meio de doações e renda de projetos.

A Associação também conta com renda de projetos e de doações para realizar melhorias em sua estrutura e ampliar serviços

Além disso, apesar da gravidade que é trabalhar sem receber os salários, os colaboradores mantiveram os serviços e concluíram o ano letivo de 2019. As aulas, em 2020, começam no dia 22 de janeiro e os servidores esperam pelo pagamento. 

O Imperatriz Online procurou a secretaria responsável pelos pagamento, porém não obteve resposta.  Confira a reportagem completa e entenda a situação.

Carregar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Mais

Campanha de prevenção as ISTs no Carnaval

De acordo com o Ministério da Saúde, a maioria dos registros de contaminação pelo vírus do…