Concluído o inquérito que investigava o assassinato de dois jovens durante uma festa em uma chácara de eventos na cidade de Imperatriz-Ma, em 26 de outubro durante uma festa de som automotivo.

O policial militar, Bruno Leonardo Alencar, acusado de cometer os crimes, foi posto em liberdade após passar três dias detido no comando do 3º Batalhão da Policia Militar.

Foram ouvidas cerca de 12 testemunhas durante as investigações e cinco delas reconheceram o policial como o autor dos disparos. Após a conclusão do inquérito , o processo segue para a análise da juíza do setor de inquérito e distribuição para uma das varas criminais, afirma o delegado titular da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa  (DHPP) , Praxísteles Martins.

Carregar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Mais

Identificado corpo de jovem encontrado sem cabeça

A Polícia Civil identificou o corpo que foi encontrado sem cabeça na noite desta quinta-fe…