Cemar adere a Semana Nacional de Segurança com Energia Elétrica

A campanha acontece 5 a 11 de agosto e pretende combater os acidentes que ocorrem com a população por contato com as redes elétricas.

Texto: Ascom Cemar

Ciente da responsabilidade com o estado onde atua, o Grupo Equatorial Energia e a Cemar, mais uma vez aderiu à Semana Nacional da Segurança com Energia Elétrica da Abradee — Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica. A campanha criada em 2006, vem ao longo dos últimos anos, alertando a população para redução de acidentes com eletricidade, além de reforçar ações contra as principais causas de mortes por contato com a rede elétrica.

Em 2019, a XIII edição da Semana Nacional de Segurança com Energia Elétrica, acontece entre os dias 05 a 11 de agosto, com o slogan: “É aí que mora o perigoeu me ligo na vida! ”. A iniciativa desse ano, chama a atenção da população para acidentes com a rede elétrica e os cuidados que devem ser tomados no dia a dia, além de situações como:  instalar ou consertar uma antena de Tv, construção e reformas de prédios, poda de árvores, manuseio de equipamentos agrícolas e até a brincadeira de empinar pipas da garotada.

Para marcar a Semana Nacional de Segurança, que pretende alcançar cerca de 120 milhões de pessoas – por meio das 43 distribuidoras de energia do país que aderiram à campanha – a Cemar organizou uma força-tarefa, em todo o estado do Maranhão com mutirões de conscientização, panfletagem, palestras e vistorias em obras nas comunidades por profissionais preparados para dar orientações sobre as questões de segurança com a rede elétrica.

REDUÇÃO DE CASOS – O amplo trabalho de conscientização tem mostrado bons resultados, traduzidos na queda do número de acidentes entre a população brasileira envolvendo a rede de energia, nos últimos anos. Dados da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) destacam como principal responsável pelas mortes ocasionadas pelo contato com a rede de energia a construção/manutenção predial, com 55% dos casos, que equivale a 89 mortes por ano, e logo em seguida acidentes com cabo energizado no solo, respondendo em 2018 por 12% (20 casos), mas que vem apresentando uma queda gradual na apuração dos dados, nos últimos 5 anos. Operação de máquinas agrícolas, 9%, ligações clandestinas (“Gato”) e poda de árvores, com 7%, empinar Pipa/Papagaio, 6% e instalações de Antenas de TV, 4%.

No total, foram registrados pelas distribuidoras 891 acidentes em todo o país em 2018. Destes, 271 foram de maior gravidade e ocasionaram a morte das vítimas (no ano anterior, foram registrados 19 casos fatais a menos). Sendo que 31% dos casos aconteceram no Nordeste.

Reforçando seu Valor Segurança, a Cemar alerta constantemente sobre os perigos que a falta de cuidados ao executar trabalhos com aparelhos elétricos ou nas proximidades da rede elétrica podem oferecer.

Segurança com antenas

  • Quando houver rede elétrica nas proximidades, a instalação de antena deve ser efetuada por profissional qualificado e experiente longe da rede elétrica;
  • Jamais arremesse o cabo utilizado para ligações de antenas sobre a rede elétrica, mesmo que este seja encapado, pois a capacidade de isolamento do cabo não é suficiente para evitar a passagem da eletricidade existente nas redes elétricas;
  • Marquises de edifícios comerciais ou residenciais jamais devem servir para instalação de antenas devido à proximidade das redes elétricas;
  • Ao manusear a antena de TV ou celular rural, a pessoa não deve se aproximar ou tocar na rede elétrica;
  • Instalar a antena o mais longe possível da rede elétrica. Preferencialmente do lado oposto ao da fiação.

Dentro de casa

  • Não deixar a fiação ao alcance das crianças;
  • Revisar no mínimo a cada 5 anos as instalações elétricas de residências e estabelecimentos comerciais;
  • Evitar utilizar extensões para alimentação de vários aparelhos;
  • Não mexer no chuveiro ligado;
  • Usar protetores nas tomadas, evitando que objetos sejam introduzidos nas mesmas por crianças;
  • Redobrar a atenção no uso de equipamentos elétricos em ambientes úmidos ou molhados.

Manutenção predial

  • Na construção ou manutenção predial próxima a rede elétrica, manter distância segura ao manobrar materiais e equipamentos (distância mínima de 2 m);
  • Certificar-se de que as instalações não estão danificadas, com “gambiarras” e adequadas à carga elétrica;
  • Atenção no manuseio de equipamentos elétricos com a presença de água;
  • Cuidado no manuseio de vergalhões, canos, calhas e objetos metálicos próximo à rede elétrica.

Segurança na construção

  • Somente profissionais habilitados devem executar serviços em instalações elétricas;
  • Construa observando a distância mínima de 2 metros da rede elétrica;
  • Desligar sempre aparelhos elétricos antes de limpar ou fazer pequenos reparos;
  • Andaimes precisam estar montados de acordo com as normas de segurança para evitar contato ou aproximação das redes elétricas.

Manuseio de Equipamentos Agrícolas

  • Desvie os equipamentos dos estais (estirantes ou rabichos). Eles seguram os postes;
  • Não corte nem mude os estais de lugar;
  • Abaixe as barras do pulverizador ao passar debaixo dos fios;
  • Evite parar a colheitadeira debaixo da rede elétrica. Não suba nela se estiver perto dos fios;
  • Atenção ao regular o equipamento de irrigação nas áreas próximas a redes elétricas. Se o jato de água atingir os fios, pode ocorrer curto-circuito.

Dicas gerais:

Cabos Soltos

Sempre que for identificado algum cabo de energia elétrica rompido, ou caído no chão, acione a Companhia, pela Central de Atendimento 24 Horas – ligando grátis no 116.

Benjamim ou “T”

Todo cuidado é pouco. Vários aparelhos elétricos no benjamim ou “T” sobrecarregam a tomada, provocando um superaquecimento dos fios que podem causar um curto-circuito.

Água ou umidade

Nunca use aparelhos elétricos em locais com água ou umidade, nem com as mãos ou os pés molhados. O choque é inevitável.

Trocar lâmpada

Ao trocar uma lâmpada, nunca toque na parte interna do bocal (parte metálica). Segure somente pelo vidro.

Carregar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

Saiba como se credenciar para a 19ª Fecoimp

Saiba como se credenciar para a 19ª Fecoimp Para quem recebeu cortesia, credencial ou àque…