Sorteados no Minha Casa Minha Vida são submetidos à investigação social

Após vídeo denunciando que possíveis beneficiários possuem alto valor aquisitivo, construtora responsável informou muitos curiosos visitam o canteiro de obras.

Texto: Imirante

Após sorteio realizado na última sexta-feira (26), possíveis ganhadores das unidades habitacionais do Residencial JK serão submetidos à entrevista e deverão apresentar rol de documentos para montagem do dossiê e aprovação cadastral junto ao Banco do Brasil, operadora de crédito responsável pelo financiamento das moradias.

De acordo com a coordenação do programa Minha Casa Minha Vida em Imperatriz, “ter sido sorteado não significa aprovação automática. Por isso, existe um cadastro de reserva para eventuais desclassificações”, ressalta Lusenira Bandeira.

Sobre um vídeo que circula nas redes sociais denunciando que possíveis beneficiários do programa do Governo Federal possuem veículos de alto valor aquisitivo, a Lastro Engenharia, construtora responsável pela obra, informou que após o sorteio das mil unidades, muitos curiosos têm visitado o canteiro de obras nas proximidades da Vila Machado, “o que não significa necessariamente que sejam pessoas sorteadas”, alerta Janaina Ramos, secretária de Desenvolvimento Social, ao ressaltar que servidores da Prefeitura e da construtora diariamente se dirigem ao empreendimento.

Com as obras ainda em andamento, sorteados passarão por investigação social, e o banco avaliará as condições financeiras antes de aprovar o financiamento das casas.

Carregar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

Saiba como se credenciar para a 19ª Fecoimp

Saiba como se credenciar para a 19ª Fecoimp Para quem recebeu cortesia, credencial ou àque…