Policiais são presos suspeitos de homicídio contra prefeito no Maranhão

Operação da Polícia Civil cumpre mandados de prisão nesta terça e policiais foram alvos da ação suspeitos de terem participado do crime contra Ivanildo Paiva

Texto: G1 MA

A Polícia Civil do Maranhão prendeu, na manhã desta quarta-feira (11), quatro suspeitos de participarem do homicídio de Ivanildo Paiva (PRB), que era prefeito de Davinópolis, no dia 11 de novembro, na zona rural do município. A operação cumpre mandados de busca e apreensão e prisão nas cidades de Barra do Corda, Grajaú e Imperatriz, no Maranhão, e Dom Elizeu, no Pará. Entre os presos, até o momento, estão dois policiais.

O primeiro policial preso foi localizado em Barra do Corda, e o outro estava na cidade de Dom Elizeu, no Pará.

As prisões desta terça-feira (11) são a primeira parte da operação, que visa prender os envolvidos na execução do crime. Na sequência, com os depoimentos deles, a polícia pretende chegar aos mandantes e entender a motivação do homicídio. A operação policial coincide com a data que marca um mês da morte de Ivanildo.

De acordo com as investigações policiais, no corpo de Ivanildo haviam marcas de tortura e cerca de sete disparos causados por arma de fogo. O delegado regional de Imperatriz, Eduardo Galvão, também diz que o prefeito informou à família que iria dormir na fazenda, onde ele costumava ir para descansar.

O corpo de Ivanildo Paiva foi sepultado na manhã do dia 13 de novembro, no Cemitério Campo da Saudade, em Imperatriz, a 626 km de São Luís. O carro do prefeito foi encontrado abandonado na BR-010, ao lado da mata do 50 BIS, em Imperatriz. Após o crime, as investigações apontam que o crime foi planejado e com um mandante.

Carregar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

Mulher é morta dentro casa durante assalto em Imperatriz

Mulher é morta dentro casa durante assalto em Imperatriz Edileusa Silva de Sousa teria se …