A doença é um caminho para o equilíbrio

A doença se expressa por meio de sintomas que nada mais são que desequilíbrios da esfera física, anímica (de alma) ou espiritual do corpo. Nosso organismo nos envia sinais; nos avisa que algo não vai bem. No entanto, estamos desatentos e não conseguimos ouvir. É assim que a enfermidade se instala: desequilíbrios sucessivos e insustentáveis que se transformam em patologias. Desta forma, chegamos à conclusão de que a maioria das doenças atuais são previníveis e o melhor tratamento para saná-las é algo chamado CONSCIÊNCIA.

Muitas vezes, a real cura para as doenças não está numa caixa de remédio, mas sim na compreensão das relações sociais, trabalhistas e familiares que nos machucam; no entendimento da nossa biografia e dos traumas que nos atingiram na infância; no perdão que não ofertamos; no tempo que não nos permitimos ter.

A conscientização é o tratamento mais eficaz para qualquer doença. Pensando assim, o médico precisa ajudar o paciente à compreender sua patologia e convidá-lo para participar do processo de cura. Caso contrário, o paciente depositará toda sua expectativa em cima do médico; abrirá mão da contribuição que poderia dar para atingir o equilíbrio; e o médico ficará sobrecarregado de obrigações -além de passível de falhas – caso o paciente não contribua com mudanças de hábitos que auxiliarão no processo da cura.

Doença é DESEQUILÍBRIO e depende de você escrever uma nova história ou persistir na enfermidade. O médico é apenas um auxiliar nessa busca de auto-cura e auto-conhecimento. Medicações são pontes para sanar dores e desconfortos e, uma vez sanados, é hora da consciência brotar. Comece hoje a compreender que você é o autor da sua história. Tome as rédeas do seu eu e viva com mais qualidade. Afinal de contas, a vida foi feita para ser usufruída com prazer. O sofrer é apenas uma lição para a busca da sua felicidade. Logo, doença é apenas um caminho para o equilíbrio. O objetivo dela não é fazer você sofrer: é ajudá-lo a APRENDER!

Texto: Anny Mesquita, médica. Pós-graduanda em medicina antroposófica. @annymmesquita

Carregar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

Entenda os mitos e verdades sobre a asma

Entenda os mitos e verdades sobre a asma Com milhões de pessoas no mundo atingidas pela do…