O Prazer e a Doença

Estamos tapando nossas carências emocionais com algum prazer, o qual pode se tornar vício ou doença

 

Vivemos em busca de prazer. E, quando não encontramos ele no dia-a-dia, começamos a exagerar naquela lista limitada de coisas que interpretamos como prazer. Há quem ame comer, outros correr. Há quem compre para se satisfazer, outros preferem trabalhar. Há quem goste de ler.

O segredo é não exagerar enquanto buscamos razões felizes para viver. Costumo dizer que comer é um prazer inteligente: ao mesmo tempo que libera hormônios da felicidade, alimenta o corpo com nutrientes necessários para a nossa sobrevivência. Baseado nessa teoria, é contraditório enxergá-lo como o mal do século. Aquilo que deveria ser inteligente e necessário, tornou-se uma das principais causas de doença na sociedade moderna. Existe uma linha tênue entre o prazer e a doença.  Um mesmo ato pode trazer felicidade ou tristeza, saúde ou enfermidade – tudo depende da intensidade.

É uma gangorra de valores.

De um lado, comer é prazer. Do outro, obesidade, depressão, compulsividade por ansiedade, diabetes, câncer, elevação de pressão. De um lado, correr é prazer. Do outro, anorexia, bulimia, lesão de articulações, busca  por aceitação. De um lado, tomar aquela cervejinha no fim de semana é prazer. Do outro, alcoolismo, problemas familiares e sociais, desemprego, hepatite, câncer de fígado. Estamos tapando nossas carências emocionais com algum prazer, o qual pode se tornar vício ou doença.

Estou aqui repensando sobre as receitas que prescrevo. A partir de hoje, pedirei para os pacientes me ajudarem na escolha dos ‘’remédios” para a cura dos seus males: vamos compor, juntos, uma lista com 10 ou mais fontes de prazer. Assim, cheios de opções, eles irão perceber que não é preciso abusar de apenas um deles para a felicidade viver. Essa talvez seja a tal da Medicina Preventiva: ao aprender a lidar com o prazer, não vamos mais adoecer.

Texto: Anny Mesquita, médica. Pós-graduanda em medicina antroposófica. @annymmesquita

 

Carregar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

Entenda os mitos e verdades sobre a asma

Entenda os mitos e verdades sobre a asma Com milhões de pessoas no mundo atingidas pela do…