Uma professora de Caxias relatou ontem (6) em sua conta no Instagram um drama vivido por ela e que tem sido cada vez mais comum no Brasil.

Luana de Oliveira diz que foi agredida com um soco e uma cusparada por ter-se recusado a sair com um homem da sua cidade.

“Hoje eu fui agredida fisicamente, eu levei um soco de um cara. O nome dele é Guilherme Amorim, que trabalhava na Assistência Social, aqui em Caxias. E isso pelo simples fato de ele querer sair comigo e eu dizer ‘não’. Eu disse ‘não’. Eu não quis sair com ele. Ele me deu um soco e cuspiu na minha cara”, declarou.

Para piorar a situação, ela não conseguiu registrar ocorrência após o fato. “E o pior é que tentei registrar um boletim de ocorrência e não consegui, porque nessa cidade nada, nada funciona. Nada. Principalmente se for para mulher”, disse.

Restou, então, registrar o caso nas redes sociais, aos prantos.

Veja os vídeos:

Por: Gilberto Leda

Carregar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

 Suzano e Ecofuturo iniciam implantação de Bibliotecas Comunitárias no Maranhão

   Suzano e Ecofuturo iniciam implantação de Bibliotecas Comunitárias no Maranhão A i…